Wall Street começa em alta semana que se antecipa como turbulenta nos mercados

A bolsa nova-iorquina fechou hoje em alta, no início de uma semana que os investidores pressentem turbulenta nos mercados, devido à eleição presidencial dos EUA, cuja votação decorre na terça-feira.

Wall Street começa em alta semana que se antecipa como turbulenta nos mercados

Wall Street começa em alta semana que se antecipa como turbulenta nos mercados

A bolsa nova-iorquina fechou hoje em alta, no início de uma semana que os investidores pressentem turbulenta nos mercados, devido à eleição presidencial dos EUA, cuja votação decorre na terça-feira.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o indice seletivo The Dow Jones Industrial Average valorizou 1,6%, para os 26.925,05 pontos.

Da mesma forma, o alargado S&P500 subiu 1,2%, para as 3.310,24 unidades, e o tecnológico Nasdaq progrediu 0,4%, para as 10.957,61.

Para a disposição positiva do mercado contribuíram a divulgação de resultados trimestrais pelas empresas e estatísticas sobre produção industrial melhores do que os investidores esperavam.

Os setores de cuidados de saúde, da indústria e da finança dirigiram a maior parte da subida.

Contudo, os investidores continuam a manifestar cautela, perante a progressão da pandemia de covid-19, que afasta consumidores das empresas e leva os governos a imporem mais restrições.

A incerteza sobre as eleições presidenciais nos EUA também se faz sentir em Wall Street: “As pessoas provavelmente estão com mais do que vontade de suspenderem o que estão a fazer para ver o que vai acontecer amanhã”, terça-feira, disse David Trainer, presidente executivo da firma de investimento New Constructs.

Para Quincy Krosby, dirigente da estratégia de investimento na Prudential Financial, “a principal questão para os investidores se [o candidato democrata Joe] Biden ganhar é saber se tem o Senado com ele”.

Esta operadora de mercado justificou esta expectativa com o facto de, “para muitas das suas propostas, ele vai precisar da cooperação com o Senado”.

Democratas e republicanos têm estado a discutir estímulos à economia e ajudas às famílias desde há meses, mas uma acentuada divisão partidária tem impedido um acordo.

RN // JLS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS