Vendas no comércio a retalho abrandam para 2,1% em setembro

O índice de volume de negócios no comércio a retalho abrandou 3,5 pontos percentuais face ao registado no mês anterior (5,6%), para uma variação homóloga de 2,1% em setembro, resultante essencialmente do comportamento dos produtos não alimentares.

Vendas no comércio a retalho abrandam para 2,1% em setembro

Vendas no comércio a retalho abrandam para 2,1% em setembro

O índice de volume de negócios no comércio a retalho abrandou 3,5 pontos percentuais face ao registado no mês anterior (5,6%), para uma variação homóloga de 2,1% em setembro, resultante essencialmente do comportamento dos produtos não alimentares.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), hoje divulgados, a evolução do índice agregado reflete evoluções distintas nos dois agrupamentos, com os Produtos Alimentares a registarem uma variação negativa de 0,2% (-0,1% em agosto), e os Produtos Não Alimentares a abrandarem 6,4 pontos percentuais, para um crescimento de 3,8%.

Os índices de emprego, remunerações e horas trabalhadas apresentaram taxas de variação homóloga de 3,5%, 8,8% e 2,1% (3,4%, 10,1% e 3,9% em agosto).

A variação mensal do índice agregado foi -2,0% em setembro, abaixo dos 1,1% de agosto, tendo os agrupamentos de Produtos Alimentares e Produtos não Alimentares passado de variações de, respetivamente, -0,9% e 2,5% em agosto, para 0,8% e -4,0% em setembro.

Já em termos nominais, o índice agregado passou de uma taxa de variação homóloga de 15,1% em agosto para 11,6% em setembro, “continuando a evidenciar efeitos pronunciados do crescimento dos preços”, segundo o INE, com variações dos índices dos agrupamentos Produtos Alimentares e Produtos não Alimentares em 13,8% e 9,7%, respetivamente (15,2% e 15,1% no mês anterior).

JO // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS