Vendas de produtos petrolíferos da Galp caíram 30% no 3.º trimestre

As vendas de produtos petrolíferos da Galp caíram 30% no terceiro trimestre do ano em relação ao período homólogo, de acordo com um comunicado da empresa enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Vendas de produtos petrolíferos da Galp caíram 30% no 3.º trimestre

Vendas de produtos petrolíferos da Galp caíram 30% no 3.º trimestre

As vendas de produtos petrolíferos da Galp caíram 30% no terceiro trimestre do ano em relação ao período homólogo, de acordo com um comunicado da empresa enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

De acordo com o ‘trading update’ divulgado hoje pela Galp Energia, SGPS, SA, as vendas de gás natural a clientes diretos caíram 24% em relação ao período homólogo, mas subiram 11% relativamente ao segundo trimestre, enquanto as de eletricidade subiram 14% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

Apesar de as vendas diretas de produtos petrolíferos a clientes terem caído 30% quando comparadas com o período homólogo, a Galp Energia destaca que este indicador subiu 32% se for comparado com o trimestre anterior, refletindo “uma recuperação da procura em todos os segmentos, no seguimento do levantamento das medidas de confinamento que afetaram o primeiro semestre do ano”.

No documento hoje divulgado, que tem como objetivo fornecer as condições macroeconómicas, operacionais e comerciais a que a Galp esteve sujeita durante o terceiro trimestre deste ano, bem como uma perspetiva da situação financeira a 30 de setembro de 2020, a empresa indica que a produção líquida (net entitlement) – após o pagamento de impostos em espécie aos países em que produz e que revertem integralmente para os resultados da Galp – atingiu os 120 mil barris/dia, uma subida de 8% relativamente ao período homólogo.

De acordo com o ‘trading update’ de hoje, no final de junho, a dívida líquida da Galp situava-se em 1,9 mil milhões, uma subida face aos 1,5 milhões registados em final de março. Já a perspetiva a 30 de setembro indica que este valor subirá para os 2,1 mil milhões.

A empresa lembra que as margens, os preços, a produção e outra informação referida neste documento deverão ser considerados provisórios e que os números finais serão divulgados a 26 de outubro, aquando da divulgação dos resultados trimestrais.

SO // SB

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS