Turismo na região Centro bate “recordes absolutos” no arranque de 2019

Janeiro de 2019 foi “o melhor mês de janeiro de sempre” na atividade turística no Centro do país desde que há registos, de acordo com os números publicados hoje pelo INE (Instituto Nacional de Estatística).

Turismo na região Centro bate

Turismo na região Centro bate “recordes absolutos” no arranque de 2019

Janeiro de 2019 foi “o melhor mês de janeiro de sempre” na atividade turística no Centro do país desde que há registos, de acordo com os números publicados hoje pelo INE (Instituto Nacional de Estatística).

A atividade turística no Centro de Portugal iniciou o ano de 2019 a bater” recordes absolutos”, garante a Entidade Regional Turismo Centro, avançando que as dormidas nas unidades hoteleiras no Centro de Portugal aumentaram 7,2 por cento em janeiro e os proveitos subiram 9,1 por cento em relação ao mesmo período de 2018.

“Os primeiros números do ano, agora divulgados pelo INE, deixam antever que 2019 vai ser mais um ano histórico para a atividade turística no Centro de Portugal”, refere Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal.

Num primeiro comentário, o líder da Entidade Regional “regista com muita satisfação” o facto de a região ter subido em todos os indicadores estatísticos em janeiro, em especial nas dormidas de visitantes de fora do país e nos proveitos totais.

“São dados que dão grande alento aos empresários que apostam na região”, refere.

Os números preliminares do INE indicam que, em janeiro de 2019, o total de dormidas na região cresceu 7,2%, em comparação com janeiro de 2018.

No total, contabilizaram-se 294 mil dormidas em janeiro no Centro de Portugal, mais 19,8 mil do que no mesmo mês do ano anterior, que tinha registado 274,2 mil dormidas. Em janeiro de 2017, o total de dormidas tinha sido de 212,1 mil.

Também pela primeira vez num mês de janeiro, as dormidas por parte dos visitantes estrangeiros ultrapassaram as 100 mil, totalizando 103 mil. Em janeiro de 2018, tinham sido 90,6 mil, o que significa que houve um aumento de 13,7 por cento.

“Comparativamente, o crescimento nas dormidas de estrangeiros no global do país foi de 3,1%. Ou seja, em janeiro, as dormidas de estrangeiros cresceram quatro vezes mais no Centro de Portugal do que no total do país”, frisa a Turismo Centro.

Ainda segundo a Entidade Regional, a procura do Centro de Portugal pelos visitantes nacionais também continua a crescer. Em janeiro de 2019, assinalaram-se na região 191 mil dormidas de visitantes nacionais, mais 04% que em janeiro de 2018.

“O Centro de Portugal regista igualmente números muito positivos nos restantes indicadores registados pelo INE. É o caso do total de hóspedes, que, entre janeiro de 2018 e janeiro de 2019, subiu 5,9%, para 190,7 mil, da taxa de ocupação, que subiu 4,5%, e da estadia média, de 1,52 para 1,54”, refere a Entidade.

A nível das receitas, em comparação com 2018, os proveitos totais subiram 9,1%, aproximando-se dos 15,8 milhões de euros. “Um indicador que demonstra que a aposta dos empresários da área do turismo na região é cada vez mais rentável”, refere Machado.

RBF // SSS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS