Terminam hoje constrangimentos na mudança de comercializador na eletricidade

Os constrangimentos ocorridos esta semana na mudança de comercializador de eletricidade estarão ultrapassados a partir de sábado, após concluída a migração desta operação para uma nova plataforma independente, informou hoje a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

Terminam hoje constrangimentos na mudança de comercializador na eletricidade

Terminam hoje constrangimentos na mudança de comercializador na eletricidade

Os constrangimentos ocorridos esta semana na mudança de comercializador de eletricidade estarão ultrapassados a partir de sábado, após concluída a migração desta operação para uma nova plataforma independente, informou hoje a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

“Entre 02 e 06 de novembro de 2020 verificaram-se constrangimentos na concretização de mudanças de comercializador de eletricidade, devido à migração desta operação para uma nova plataforma independente, gerida pelo Operador Logístico de Mudança de Comercializador, tendo ficado asseguradas as situações mais críticas e urgentes. A partir de amanhã [sábado], 07 de novembro, é retomada a atividade normal, com reforço da robustez, independência e transparência na mudança de comercializador na eletricidade”, refere o regulador em comunicado.

Conforme explica, a mudança de comercializador, quer para o setor do gás natural quer para o setor elétrico, é concretizada numa plataforma informática através de procedimentos aprovados pela ERSE e implementados pelo Operador Logístico de Mudança de Comercializador (OLMC).

O OLMC é uma “entidade independente e equidistante de todos os comercializadores que atuam nos mercados de gás natural e de eletricidade”, tendo a função sido legalmente atribuída à ADENE — Agência para a Energia.

Atualmente a mudança de comercializador no setor do gás natural é já efetuada em plataforma exclusiva do OLMC, mas no setor elétrico ainda era realizada através de plataforma integrada nos sistemas do operador de rede de distribuição E-REDES (ex EDP Distribuição), apesar de já ser operada pelo OLMC.

Em preparação “há bastante tempo”, o processo de transição da operação de mudança de comercializador da eletricidade para uma plataforma exclusiva do OLMC está agora a ser operacionalizada na semana de 02 a 06 de novembro.

Segundo salienta a ERSE, “esta é uma fase importante em que, para evitar erros e constrangimentos na migração das operações, que abrangem mais de 6,2 milhões de consumidores e clientes, se reduziram as atuações ao mínimo indispensável”.

Comunicado e preparado com todos os comercializadores da eletricidade e acompanhada pela ERSE, o processo de transição em curso foi “reduzido ao mínimo indispensável”, de forma a “reduzir impactes e constrangimentos” sobre os consumidores e comercializadores, e tem estado, garante o regulador, “a ocorrer como planeado”.

“Fruto desta complexa, mas necessária transição de plataformas, registam-se atrasos na concretização da mudança de comercializador, que foi reduzida ao mínimo. Ainda assim, a ERSE determinou que fossem implementados mecanismos de resposta a situações urgentes e críticas durante este período de cinco dias em que os procedimentos automatizados não podiam estar disponíveis”, refere.

A partir de sábado, a ERSE garante, contudo, que “será retomada a atividade normal de mudança de comercializador no setor elétrico, já a partir da plataforma exclusiva do OLMC, com reforço das condições de transparência e equidistância dessa operação, em benefício dos consumidores”.

PD // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS