Idade da reforma em Portugal pode atingir 71 anos de idade

Apesar de a reforma poder passar para os 71 anos, até 2040, Portugal continuará a ter défice entre idosos e adultos em idade ativa, avisa Bruxelas.

Idade da reforma em Portugal pode atingir 71 anos de idade

Idade da reforma em Portugal pode atingir 71 anos de idade

Apesar de a reforma poder passar para os 71 anos, até 2040, Portugal continuará a ter défice entre idosos e adultos em idade ativa, avisa Bruxelas.

O acelerado ritmo a que a população portuguesa está a envelhecer obrigará a subir a idade da reforma para os 71 anos, em 2040, calcula a Comissão Europeia, para que a atual proporção proporção entre aposentados e adultos em atividade equilibre as contas. A idade da reforma é igual em todo o território nacional, mas, se variasse consoante regiões, no Alto Alentejo a reforma seria atingida somente aos 80 anos.

Vice-presidente da Comissão sobre Futuro e Demografia da Comissão Europeia também aconselha aumento na contribuição para a Segurança Social

O Livro Verde da Comissão Europeia, adotado nesta quarta-feira, 27 de janeiro, tem como tema o Envelhecimento. Dubravka Šuica – a croata vice-presidente da Comissão sobre Futuro e Demografia da Comissão Europeia – identifica a sustentabilidade dos sistemas de pensões como o maior risco do envelhecimento da população e apela a cada Estado-membro para aumentar o número de pessoas no ativo e a fazerem-se mais descontos para a Segurança Social, porque, diagnostica Šuica, “prolongar a vida de trabalho” é a “única saída” para a sustentabilidade dos sistemas de pensão.

O Livro Verde conclui que na União Europeia a idade de reforma média será aos 70 anos. No Luxemburgo e na Lituânia será aos 72. Em Portugal, Espanha, Itália, Grécia, Alemanha, Áustria e Holanda são dos países onde é apontada a idade dos 71 para o momento da aposentação. Húngaros, malteses e suecos poderão reformar-se aos 68.

Se a reforma fosse conforme a região só em Lisboa, Algarve e Oeste teriam condição para aposentação abaixo dos 70 anos

Portugal é, no seu todo, um dos países mais envelhecidos e com menor taxa de natalidade do Mundo. Por isto, ainda que as idades de reforma cresçam até à idade aconselhada, são escassas as regiões nacionais que conseguirão aumentar a proporção entre aposentados e ativos para assegurar o sistema nacional de pensões. Só na Área Metropolitana de Lisboa, Algarve e Oeste, as menos envelhecidas do País, conseguiriam permitir a reforma abaixo dos 70 anos.

Regiões como Aveiro, Leiria e as que circundam Lisboa poderiam aposentar a população ativa aos 72 a 73 anos, mas na Área Metropolitana do Porto, em Viseu, Alto Minho, Cávado, Coimbra ou na Madeira a aposentação teria de ser aos 74. No Douro e em Trás-os-Montes, os adultos teriam de trabalhar até aos 75 anos. No Ave, no Tâmega e em parte das Beiras ter-se-ia de trabalhar até aos 75. Na Serra da Estrela só seria possível entrar para a reforma aos 78 anos e no Alto Alentejo apenas aos 80 anos.

LEIA AGORA
Avós que cuidem dos netos vão ter direito a salário

Impala Instagram


RELACIONADOS