Receitas do jogo VIP em Macau caíram 47% no primeiro trimestre

As receitas do jogo VIP nos casinos de Macau fixaram-se em 4,8 mil milhões de patacas (554,9 milhões de euros) nos primeiros três meses de 2022, menos 47% do que no mesmo período de 2021.

Receitas do jogo VIP em Macau caíram 47% no primeiro trimestre

Receitas do jogo VIP em Macau caíram 47% no primeiro trimestre

As receitas do jogo VIP nos casinos de Macau fixaram-se em 4,8 mil milhões de patacas (554,9 milhões de euros) nos primeiros três meses de 2022, menos 47% do que no mesmo período de 2021.

Segundo dados divulgados hoje pela Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos (DICJ), as receitas do bacará nas salas de grandes apostas ficaram também abaixo do registado no último trimestre de 2021: 4,9 mil milhões de patacas (561,6 milhões de euros).

O primeiro trimestre do ano é tradicionalmente uma época alta para o turismo da região chinesa, sobretudo devido às celebrações do Ano Novo Lunar.

Mas o resultado do jogo VIP nos três primeiros meses de 2022 foi o mais baixo desde o segundo trimestre de 2020, altura em que grande parte da China continental, o principal mercado dos casinos de Macau, estava em confinamento devido à pandemia de covid-19.

A queda nas salas de grandes apostas foi quase duas vezes maior do que a registada em toda a indústria do jogo em Macau, cujas receitas caíram 24,8% no primeiro trimestre deste ano.

Em novembro do ano passado, a indústria do jogo de Macau foi afetada pela queda do maior angariador de apostas VIP do mundo, a Suncity, quando as autoridades de Macau decretaram a prisão preventiva do diretor executivo do grupo, Alvin Chau.

Poucos dias depois, a Suncity anunciou o fim das operações relacionadas com os angariadores de jogadores, já depois de, em 30 de novembro, ter encerrado as salas de jogo VIP em Macau, sendo que o grupo estava presente em mais de 40% dos casinos do território.

Em 30 de janeiro, a Polícia Judiciária de Macau anunciou a detenção de mais dois empresários por suspeitas de exploração ilícita do jogo, branqueamento de capitais e associação criminosa, incluindo o líder do grupo Tak Chun, que possui uma licença para operar como ‘junket’.

Em março, mais um promotor de jogo de Macau, o Macau Golden Group, parceiro histórico da SJM, anunciou o encerramento da atividade, de acordo com o site especializado em jogo GGRAsia.

O número de licenças de promotores de jogo em Macau emitidas para este ano pela Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos caiu de 85 para 46.

O jogo representa cerca de 80% das receitas do Governo e 55,5% do produto interno bruto (PIB) de Macau, numa indústria que dá trabalho a mais de 80 mil pessoas, ou seja, a 17,23% da população empregada.

Nos últimos oito anos, Macau, o único local na China onde o jogo em casino é legal, passou de 11 para os atuais 42 casinos e gera significativamente mais receitas do que a indústria do jogo em Las Vegas, nos Estados Unidos.

 

VQ (CAD) // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS