Putin defende diminuição do papel do dólar no sistema financeiro internacional

O Presidente russo apelou hoje a que se repense o papel do dólar no sistema financeiro mundial, dizendo que a moeda norte-americana se tornou “um instrumento de pressão” de Washington.

Putin defende diminuição do papel do dólar no sistema financeiro internacional

Putin defende diminuição do papel do dólar no sistema financeiro internacional

O Presidente russo apelou hoje a que se repense o papel do dólar no sistema financeiro mundial, dizendo que a moeda norte-americana se tornou “um instrumento de pressão” de Washington.

São Petersburgo, Rússia, 07 jun 2019 (Lusa) — O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou hoje a que se repense o papel do dólar no sistema financeiro mundial, dizendo que a moeda norte-americana se tornou “um instrumento de pressão” de Washington e está atualmente em declínio.

Putin considera que “a confiança no dólar está a cair”, mas a Rússia continua a estar fortemente dependente da moeda norte-americana para o seu comércio externo, num momento de fortes tensões políticas com Washington.

“É evidente que estas mudanças profundas requerem a adaptação dos organismos financeiros internacionais, que devem repensar o papel do dólar, que deixou de ser uma moeda de reserva para se transformar num instrumento de pressão do seu país sobre o resto do mundo”, afirmou o Presidente russo, à margem de um fórum económico que decorre em São Petersburgo.

O clima de tensão entre a Rússia e os EUA aumentou de tom, depois de o Governo do Presidente norte-americano Donald Trump ter imposto drásticas sanções económicas a Moscovo.

A Rússia continua dependente da moeda norte-americana para o comércio, nomeadamente no setor dos hidrocarbonetos, que têm um forte peso na sua economia.

Apesar disso, há vários anos que o Governo russo procura diminuir a dependência do dólar, procurando usar moedas locais nas transações com outros importantes parceiros, como é o caso da China.

De acordo com dados do banco central russo, entre 2013 e 2017, a participação dos pagamentos em dólares norte-americanos nas exportações de bens e serviços caiu de 80% para 68%.

Ao mesmo tempo, a participação do euro subiu de 9% para 16% e a do rublo de 10% para 14%.

Para as importações, o movimento é menos forte, mas a presença do dólar passou de 41% para 36%.

Em outubro, o vice-primeiro-ministro, russo Yury Borissov, anunciou que a Índia pagaria em rublos, a moeda russa, a compra de sistemas antiaéreos russos S-400.

RJP // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS