PSI20 cai 0,49% com Jerónimo Martins e descer 2%

O principal índice da bolsa de Lisboa, o PSI20, encerrou hoje com uma descida de 0,49% para 5.393,52 pontos, contrariando os ganhos da maioria das bolsas europeias.

PSI20 cai 0,49% com Jerónimo Martins e descer 2%

PSI20 cai 0,49% com Jerónimo Martins e descer 2%

O principal índice da bolsa de Lisboa, o PSI20, encerrou hoje com uma descida de 0,49% para 5.393,52 pontos, contrariando os ganhos da maioria das bolsas europeias.

Das 18 cotadas que integram o PSI20, seis subiram e 12 desvalorizaram.

A liderar as perdas ficou a Jerónimo Martins, que cedeu 1,99% para 14,50 euros, seguida pela Altri que recuou 1,67% até aos 7,07 euros.

A Semapa e a Mota-Engil também encerraram a sessão com recuos superiores a 1,4%, para 14,64 euros e 2,38 euros, respetivamente.

Já a Pharol cedeu 1,24% para 0,16 euros, enquanto os CTT recuaram 1,03% para 2,68 euros.

Com perdas mais ligeiras encerraram a NOS (-0,91%), a EDP (-0,71%) e a Ramada Investimentos (-0,26%), fechando nos 5,97 euros, 3,36 euros e 7,68 euros, respetivamente.

Os títulos da REN (2,53 euros), da EDP Renováveis (8,87 euros) e da Sonae Capital (0,91 euros) encerraram com perdas muito ligeiras.

Do lado dos ganhos, a Ibersol avançou 1% para 7,98 euros, seguida pela Corticeira Amorim, que valorizou 0,95% até aos 10,64 euros.

A Sonae apreciou 0,61% para 0,99 euros, o BCP somou 0,48% para 0,25 euros, enquanto a Navigator e Galp encerraram com avanços ligeiros de 0,05% e 0,03% até aos 3,97 e 14,99 euros, respetivamente.

No resto da Europa, os principais índices encerraram com ganhos ligeiros, numa sessão em que os investidores reagiram com tranquilidade ao resultado das eleições em Espanha, nas quais o PSOE ganhou, mas não conseguiu uma maioria suficiente para governar sozinho.

Londres valorizou 0,17%, enquanto Paris subiu 0,21%, Madrid somou 0,12% e Frankfurt avançou 0,10%.

A condicionar as negociações nos mercados europeus estiveram também as expectativas em torno da próxima ronda de negociações entre a China e os Estados Unidos sobre tarifas comerciais, que ocorrerá esta semana.

O secretário de Estado do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, parte hoje para Pequim para uma ronda de negociações que pode ser decisiva para o conflito comercial que há dois anos separa a China dos EUA.

Os investidores antecipam também que os responsáveis de política monetária da Reserva Federal norte-americana mantenham as taxas de juros inalteradas na quarta-feira.

ECR // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS