Produção na construção civil em Cabo Verde aumenta pelo segundo trimestre consecutivo

A produção na construção civil em Cabo Verde aumentou 10,6% no quarto trimestre de 2020, o que aconteceu pelo segundo trimestre consecutivo, depois da queda histórica de 36,5% nos segundos três meses do ano passado.

Produção na construção civil em Cabo Verde aumenta pelo segundo trimestre consecutivo

Produção na construção civil em Cabo Verde aumenta pelo segundo trimestre consecutivo

A produção na construção civil em Cabo Verde aumentou 10,6% no quarto trimestre de 2020, o que aconteceu pelo segundo trimestre consecutivo, depois da queda histórica de 36,5% nos segundos três meses do ano passado.

Os dados foram divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) de Cabo Verde, que refere que no quarto trimestre a construção civil ficou-se pelos 117,3 pontos, correspondendo a um aumento de 10,6% em relação ao período homólogo de 2019.

Segundo o INE, esta variação foi acompanhada pelo aumento de todos os materiais, com particular destaque para os materiais de instalação e canalização sanitária (40,1%), materiais de eletricidade (24,4%) e materiais de base (12,8%), superiores à média. 

Já os materiais de base foram os que mais contribuíram na variação homóloga global, ou seja, 9,0% num universo de 10,6%, prosseguiu o instituto cabo-verdiano.

O último trimestre de 2020 foi o segundo consecutivo com crescimento do índice de preço na construção civil em Cabo Verde, depois de uma queda abrupta no segundo trimestre do mesmo ano, por causa das restrições para conter a propagação da pandemia da covid-19.

De acordo com os dados do INE, o índice de produção na construção civil no quarto trimestre de 2020 aumentou 2,2%, relativamente ao trimestre anterior.

“Importa destacar neste período o aumento dos materiais de eletricidade (36,0%), esquadria (35,7%), materiais de pintura (15,8%), materiais de instalação e canalização sanitária (12,4%) e materiais de revestimento (4,7%)”, explicou o INE.

Desde o terceiro trimestre de 2017 que este índice registava crescimentos trimestrais consecutivos até o segundo trimestre de 2020, segundo o histórico do indicador do INE.

O crescimento no primeiro trimestre de 2020 já tinha sido o segundo mais reduzido, depois dos 3,5% registados no terceiro trimestre de 2018, com os primeiros efeitos da pandemia de covid-19.

 

RIPE // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS