Produção industrial sobe 15% em 2021 e ultrapassa pré-pandemia

O total de vendas de produtos e prestações de serviços nas indústrias transformadoras subiu 15,0% em 2021 para 96.792 milhões de euros, ultrapassando o valor de 2019 em 2,9%, anunciou hoje o INE.

Produção industrial sobe 15% em 2021 e ultrapassa pré-pandemia

Produção industrial sobe 15% em 2021 e ultrapassa pré-pandemia

O total de vendas de produtos e prestações de serviços nas indústrias transformadoras subiu 15,0% em 2021 para 96.792 milhões de euros, ultrapassando o valor de 2019 em 2,9%, anunciou hoje o INE.

Nas “Estatísticas da Produção Industrial” relativas a 2021, hoje divulgadas, o Instituto Nacional de Estatística (INE) regista que parte desta variação “é justificada pelo aumento dos preços”, uma vez que o índice de preços na produção industrial (IPPI) “registou um aumento homólogo de 8,7% em 2021”.

O crescimento registado em 2021 segue-se à contração de 10,6% em 2020, ano em que este indicador sofreu um impacto significativo devido à pandemia da covid-19 e às medidas de contenção.

“Os maiores contributos para a evolução do total da venda de produtos e prestação de serviços verificaram-se nas atividades de fabricação de produtos químicos e de fibras sintéticas ou artificiais, exceto produtos farmacêuticos, com mais 1,9 pontos percentuais, seguindo-se as indústrias metalúrgicas de base, com mais 1,6 pontos percentuais, que foram também as que registaram maiores variações de preços na produção industrial em 2021 face a 2020 (+24,8% e +19,6%, respetivamente)”, explica o instituto estatístico.

Mas, entre as cinco divisões com maior peso na indústria transformadora — que representam um combinado de 45,3% do volume de negócios –, as divisões da fabricação de veículos automóveis (-12,2%) e fabricação de coque e produtos petrolíferos (-9,1%) “não recuperaram ainda os níveis de 2019”.

Já as divisões gasóleo e ‘marine diesel’ e outras partes e acessórios para veículos automóveis “mantiveram-se como principais produtos produzidos, mas registaram decréscimos face a 2019 (-22,1% e -1,7%, respetivamente)”.

O valor da produção industrial vendida no mercado nacional foi “um pouco superior às exportações” (50,3%, contra 51,7% em 2020) e subiu 12,4% em 2021, com o INE a afirmar que quase compensou “o recuo registado no ano anterior (-10,4%).

Depois de um 2020 com um “impacto fortemente negativo”, a indústria transformadora “registou acréscimos no número de empresas (+1,2%; -3,4% em 2020), no pessoal ao serviço (+1,0%; -3,7% em 2020), no Valor Acrescentado Bruto (VAB) (+17,1%; -7,6% em 2020) e no Excedente Bruto de Exploração (EBE) (+32,6%; -10,3% em 2020).

JO // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS