Preços na produção industrial aumentam 8,9% em junho – INE

Os preços na produção industrial aumentaram 8,9% em junho, em termos homólogos, voltando a acelerar face às subidas homólogas do mês anterior (7,7%) e em abril (5,1%), revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Preços na produção industrial aumentam 8,9% em junho - INE

Preços na produção industrial aumentam 8,9% em junho – INE

Os preços na produção industrial aumentaram 8,9% em junho, em termos homólogos, voltando a acelerar face às subidas homólogas do mês anterior (7,7%) e em abril (5,1%), revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O relatório mensal do instituto revela contributos positivos, e crescimentos mais expressivos do que em maio, de todos os grandes agrupamentos industriais que compõem o Índice de Preços na Produção Industrial (IPPI), mas os contributos “mais intensos” foram dos agrupamentos de energia e bens intermédios, resultantes de variações homólogas de 24,3% e 10,3% (24% e 8,2% em maio), pela mesma ordem.

Excluindo o agrupamento de Energia, a variação dos preços na produção industrial foi 5,6%, em termos homólogos, e superior ao aumento de 4,4% em maio.

O índice da secção das indústrias transformadoras registou um aumento homólogo de 7,3%, acima do de 6,3% no mês anterior.

Somando o período entre abril e junho, o INE regista um aumento homólogo de 7,2%, quando no primeiro trimestre tinha registado uma queda de 1,5%, tendo os agrupamentos de energia e bens intermédios registado, respetivamente, aumentos de 21,8%%, contra uma descida de 10,3% no primeiro trimestre, e de 7,8%, acima da subida de 1,1% entre janeiro e março.

Os preços na produção industrial apresentaram uma variação mensal de 1,6%, contra 0,5% em junho de 2020, tendo a secção das indústrias transformadoras registado um crescimento de 1,1%, contra uma variação de 0,2% no mesmo período de 2020.

Este índice do INE é obtido com base no inquérito aos preços na produção de produtos industriais, junto de empresas sediadas em território nacional, que se dedicam à indústria extrativa, transformadora e eletricidade, gás e água, sendo recolhidos mensalmente cerca de 10.123 preços, segundo o instituto.

VP // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS