Preço das casas em Portugal aumentou mais do dobro do que na União Europeia

Preço das casas em Portugal aumentou mais do dobro do que na União Europeia

Portugal registou a segunda maior subida homóloga dos preços da habitação (10,5%) no quarto trimestre do 2017, tendo estes aumentado mais do dobro do que na zona euro e na UE.

Portugal registou a segunda maior subida homóloga dos preços da habitação (10,5%) no quarto trimestre do 2017, tendo estes aumentado mais do dobro do que na zona euro e na União Europeia (UE), divulga hoje o Eurostat.

Entre outubro e dezembro de 2017, de acordo com o gabinete de estatísticas da UE, o índice de preços da habitação avançou 4,2% na zona euro e 4,5% no conjunto dos 28 Estados-membros, face ao trimestre homólogo.

As maiores subidas nos preços das casas, tal como mede o índice dos preços da habitação, registaram-se na Irlanda (11,8%), Portugal (10,5%) e na Eslovénia (10,0%), havendo apenas um recuo em Itália (-0,3%).

Face ao trimestre anterior, os preços da habitação aumentaram 0,9% na zona euro e 0,7% na UE.

Na variação em cadeia, as maiores subidas foram assinaladas na Eslovénia (3,7%), na Croácia (3,2%) e em Chipre (2,7%), tendo havido quatro recuos: na Suécia (-2,8%), na Dinamarca (-1,7%), na Bélgica (-0,4%) e na Finlândia (-0,3%).

Em Portugal, o indicador cresceu 1,2% do terceiro para o quarto trimestre de 2017.

 


RELACIONADOS

Preço das casas em Portugal aumentou mais do dobro do que na União Europeia

Portugal registou a segunda maior subida homóloga dos preços da habitação (10,5%) no quarto trimestre do 2017, tendo estes aumentado mais do dobro do que na zona euro e na UE.