Portugal colocou 1.250 ME em dívida de longo prazo a juros mais baixos

Portugal colocou 1.250 milhões de euros, montante máximo indicativo, em Obrigações do Tesouro a cinco e oito anos a taxas de juro inferiores em ambos os prazos face aos anteriores leilões comparáveis, de fevereiro, foi anunciado.

Portugal colocou 1.250 ME em dívida de longo prazo a juros mais baixos

Portugal colocou 1.250 ME em dívida de longo prazo a juros mais baixos

Portugal colocou 1.250 milhões de euros, montante máximo indicativo, em Obrigações do Tesouro a cinco e oito anos a taxas de juro inferiores em ambos os prazos face aos anteriores leilões comparáveis, de fevereiro, foi anunciado.

Lisboa, 12 abr (Lusa) — Portugal colocou hoje 1.250 milhões de euros, montante máximo indicativo, em Obrigações do Tesouro (OT) a cinco e oito anos a taxas de juro inferiores em ambos os prazos face aos anteriores leilões comparáveis, de fevereiro, foi anunciado.


Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na Bloomberg, a cinco anos foram colocados 625 milhões de euros em OT, com maturidade em 17 de outubro de 2022, à taxa de juro de 2,174%, mais baixa do que a registada em fevereiro, quando foram colocados 630 milhões de euros a uma taxa de 2,753%.


Nas OT a oito anos, com maturidade em 15 de outubro de 2025, o IGCP colocou 625 milhões de euros a uma taxa de juro de 3,303%, também inferior à do anterior leilão comparável, mas de OT a sete anos, realizado em fevereiro de 2017, quando foram colocados 550 milhões de euros a 3,668%.


A procura de OT a cinco anos atingiu 1.062 milhões de euros, 1,7 vezes superior ao montante colocado, e a de OT a oito anos cifrou-se em 1.141 milhões de euros, 1,83 vezes superior ao montante colocado.


Em janeiro, a agência liderada por Cristina Casalinho anunciou que espera emitir entre 14.000 milhões e 16.000 milhões de euros em OT ao longo deste ano, através de emissões mensais.



MC // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS