Polícia moçambicana detém agentes suspeitos de extorquir imigrantes ilegais

A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica deteve dois agentes da corporação suspeitos do crime de extorsão a um cidadão de nacionalidade bengali, disse hoje à Lusa fonte oficial.

Polícia moçambicana detém agentes suspeitos de extorquir imigrantes ilegais

Polícia moçambicana detém agentes suspeitos de extorquir imigrantes ilegais

A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica deteve dois agentes da corporação suspeitos do crime de extorsão a um cidadão de nacionalidade bengali, disse hoje à Lusa fonte oficial.

Uma terceira pessoa, um civil, fornecia informações aos agentes sobre comerciantes estrangeiros em situação ilegal e também foi detida.

O objetivo era extorquirem valores entre 50.000 e 100.000 meticais (560 a 1.120 euros), explicou Mateus Mindu, porta-voz da polícia na província de Manica.

“Os dois agentes, afetos ao comando provincial da PRM, e um civil, dirigiram-se no domingo para casa de um cidadão de nacionalidade bengali” a fim de o chantagear, disse.

A visita inusitada do grupo, armado, levou o irmão do visado a procurar ajuda, por julgar tratar-se de um rapto.

“A população ao aperceber-se do que se estava a passar tentou fazer justiça pelas próprias mãos e a pronta intervenção da polícia abortou a tentativa de linchamento dos agentes”, adiantou Mateus Mindu.

Os suspeitos, além de extorquirem cidadãos estrangeiros em situação ilegal nas suas residências, também atuavam nos mercados frequentados por estrangeiros para fazerem cobranças ilícitas.

“Medidas internas e severas estão a ser tomadas”, acrescentou.

A Polícia, disse, continua a investigar a rede de agentes envolvidos no alegado esquema de extorsão.

AYAC // VM

Lusa/Fim    

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS