Plano Ferroviário Nacional prevê 3.ª travessia do Tejo entre Chelas e Barreiro até 2050

O Plano Ferroviário Nacional (PFN), hoje apresentado, prevê uma terceira travessia sobre o Tejo, entre Chelas, em Lisboa, e Barreiro, Setúbal, que deverá estar concluída até 2050, anunciou hoje o coordenador do grupo de trabalho.

Plano Ferroviário Nacional prevê 3.ª travessia do Tejo entre Chelas e Barreiro até 2050

Plano Ferroviário Nacional prevê 3.ª travessia do Tejo entre Chelas e Barreiro até 2050

O Plano Ferroviário Nacional (PFN), hoje apresentado, prevê uma terceira travessia sobre o Tejo, entre Chelas, em Lisboa, e Barreiro, Setúbal, que deverá estar concluída até 2050, anunciou hoje o coordenador do grupo de trabalho.

O plano está a ser apresentado no Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), em Lisboa, entidade que vai ficar responsável pela avaliação ambiental estratégica do mesmo, contando com a cooperação do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT).

Segundo o coordenador do grupo de trabalho responsável pela elaboração do primeiro PFN, Frederico Francisco, “a nova travessia do Tejo em Lisboa (Chelas – Barreiro)”, que já foi estudada no passado, vai permitir a “redução em, pelo menos, 30 minutos o acesso de Lisboa ao Alentejo e Algarve”.

O PFN tem como principais objetivos “passar de 4,6% para 20% de quota modal no transporte de passageiros”, “passar de 13% para 40% de quota modal no transporte de mercadorias”, “assegurar ligação com elevada qualidade de serviço aos 28 centros urbanos de relevância regional, que incluem todas as capitais de distrito, potenciando o seu desenvolvimento”.

Ainda que não estabeleça prazos, o PNF tem um horizonte indicativo de conclusão até 2050.

MPE // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS