Petróleo da OPEP sobe para valor mais alto desde 30 de outubro de 2018

O petróleo bruto da OPEP foi negociado na segunda-feira a 75,71 dólares por barril, mais 0,6% que na sexta-feira e o valor mais alto desde 30 de outubro de 2018, disse o grupo petrolífero.

Petróleo da OPEP sobe para valor mais alto desde 30 de outubro de 2018

Petróleo da OPEP sobe para valor mais alto desde 30 de outubro de 2018

O petróleo bruto da OPEP foi negociado na segunda-feira a 75,71 dólares por barril, mais 0,6% que na sexta-feira e o valor mais alto desde 30 de outubro de 2018, disse o grupo petrolífero.

O preço do barril utilizado como referência pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) continuou assim o caminho ascendente das últimas semanas, impulsionado, segundo os analistas, pela recuperação vigorosa do consumo de combustível graças ao relançamento da economia após a pandemia da covid-19.

Este fator foi agravado pelo fracasso da OPEP e dos seus aliados, incluindo a Rússia, em chegar a acordo sobre um aumento da oferta de petróleo para satisfazer a procura crescente.

Depois de vários dias de negociações não oficiais e oficiais, a aliança OPEP+, liderada pela Arábia Saudita e pela Rússia, adiou na segunda-feira, pela terceira vez, a videoconferência que tinha inicialmente convocado para 01 de julho.

Além disso, ao contrário das reuniões anteriores, em que em cada uma se convoca a próxima, o grupo de 23 países produtores de petróleo não sabe de momento quando se voltarão a reunir.

“A data da próxima reunião será decidida oportunamente e informar-vos-emos oportunamente”, disse o secretário-geral da OPEP num breve comunicado após a interrupção das negociações, atribuída à recusa dos Emirados Árabes Unidos (EAU) em aceitar um acordo preliminar para um aumento gradual da produção.

Os restantes parceiros votaram a favor da Arábia Saudita e da proposta da Rússia de aumentar as extrações em 0,4 milhões de barris por dia por mês até setembro de 2022, mas os EAU condicionaram a sua aprovação, necessária para consenso, ao aumento da sua quota nacional.

A notícia deu um novo impulso aos preços do petróleo, uma vez que os mercados esperavam o anúncio de que haveria significativamente mais petróleo nos próximos meses para evitar uma situação tensa e um aumento dos preços da energia que comprometeria a recuperação da economia global.

Tanto o valor de um barril de petróleo bruto Brent, que hoje permaneceu acima de 77 dólares, como o do petróleo WTI (West Texas Intermediate), que está acima de 76 dólares, estão em níveis não vistos desde outubro de 2018.

Até este ano, o barril da OPEP – um “cabaz” de treze qualidades de petróleo, um para cada país membro – tem sido negociado a uma média de 64,11 dólares, mais 54,6% do que a média para todo o ano de 2020 (41,47 dólares), quando os preços do petróleo caíram devido à crise da pandemia.

O preço deste barril atingiu um mínimo de 12,45 dólares no dia 22 de abril do ano passado.

Se a atual tendência ascendente continuar, espera-se um aumento considerável dos preços da energia, uma vez que a média para este ano é ligeiramente mais alta do que para todo o ano de 2019 (64,04 dólares).

MC // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS