Petrobras e a chinesa CNODC arrematam bloco de petróleo em novo leilão no Brasil

A empresa estatal petrolífera Petrobras e a chinesa China National Petroleum Corporation (CNODC) arremataram o bloco de exploração de petróleo Aram, no litoral do Brasil, num novo leilão realizado hoje no país.

Petrobras e a chinesa CNODC arrematam bloco de petróleo em novo leilão no Brasil

Petrobras e a chinesa CNODC arrematam bloco de petróleo em novo leilão no Brasil

A empresa estatal petrolífera Petrobras e a chinesa China National Petroleum Corporation (CNODC) arremataram o bloco de exploração de petróleo Aram, no litoral do Brasil, num novo leilão realizado hoje no país.

O Governo brasileiro ofereceu cinco áreas de exploração no pós-sal (zona do litoral em águas profundas abaixo de uma camada de sal próxima de onde estão as maiores reservas de petróleo detetadas no país) na 6.ª Rodada de Partilha de Produção de Petróleo.

Embora tenha atraído o interesse de 17 petrolíferas, segundo informações divulgadas previamente pelo Governo brasileiro, o leilão terminou apenas com um bloco arrematado pelo valor de 5,05 mil milhões de reais (1,1 mil milhões de euros).

As regras do leilão previam um regime de partilha em que os vencedores foram escolhidos conforme a percentagem de excedente em petróleo oferecido ao Governo brasileiro.

Excedente de petróleo é o volume total da produção menos os ‘royalties’ e o custo da retirada do petróleo.

A Petrobras e a CNODC ofereceram o valor mínimo de excedente de produção de petróleo ao Governo brasileiro fixado no edital do concurso, que era de 29,96%.

Na quarta-feira, o Governo brasileiro realizou outro leilão de blocos de petróleo, que terminou com a arrecadação de 69,9 mil milhões de reais (15,5 mil milhões de euros) e duas áreas vendidas.

Além da compra do bloco de exploração de Petróleo, a Petrobras também informou hoje que concluiu a venda da Liquigás, empresa de distribuição de gás que opera no Brasil.

Em comunicado ao mercado, a estatal brasileira frisou que a venda foi concluída após o grupo formado pela Copagaz, Itaúsa e Nacional Gás Butano apresentar a melhor oferta final para aquisição da empresa, no valor de 3,7 mil milhões de reais (820 milhões de euros).

A venda ainda será submetida à aprovação pelos órgãos competentes da Petrobras e das autoridades brasileiras.

Segundo a nota da estatal brasileira, a “operação está alinhada à otimização do portefólio e à melhoria de alocação do capital da companhia”.

CYR // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS