Parque moçambicano da Gorongosa nomeia novos diretores para conservação e relações governamentais

O Parque Nacional da Gorongosa (PNG) nomeou hoje dois novos diretores para as áreas de conservação e relações governamentais, anunciou o parque em comunicado.

Parque moçambicano da Gorongosa nomeia novos diretores para conservação e relações governamentais

Parque moçambicano da Gorongosa nomeia novos diretores para conservação e relações governamentais

O Parque Nacional da Gorongosa (PNG) nomeou hoje dois novos diretores para as áreas de conservação e relações governamentais, anunciou o parque em comunicado.

O PNG nomeou Ângelo Levi para diretor de conservação e Aurora Psico para diretora de relações governamentais e com parceiros.

Levi faz parte do projeto da Gorongosa desde 2018, tendo ocupado a função de diretor de desenvolvimento sustentável e de responsável pela ligação entre o parque e os governos da província e dos distritos de Sofala, no centro do país.

“Na sua nova função ele é responsável por supervisionar o programa de fiscalização do parque”, explicou o PNG.

Aurora Psico é uma ativista social em defesa dos direitos e emancipação de jovens mulheres, com mais de 30 anos de experiência nos setores bancário e financeiro de desenvolvimento.

O Parque Nacional da Gorongosa é hoje uma das principais áreas de conservação de Moçambique, com uma grande variedade de vida selvagem.

Localiza-se na província de Sofala, na extremidade sul do Vale do Rift do leste africano, com uma área de cerca de 4.000 quilómetros quadrados.

O parque da Gorongosa acolhe alguns dos ecossistemas biologicamente mais ricos e geologicamente diversos do continente, estando atualmente a ser revalorizado com várias iniciativas após ter sido fortemente afetado pela guerra civil de 16 anos em Moçambique, de 1976 a 1992.

LYN // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS