Operadora de jogo Galaxy regista prejuízos de 103 ME no terceiro trimestre

O Galaxy, que opera casinos em Macau, apresentou prejuízos de 943 milhões de dólares de Hong Hong no terceiro trimestre, mas um crescimento em relação aos três meses anteriores.

Operadora de jogo Galaxy regista prejuízos de 103 ME no terceiro trimestre

Operadora de jogo Galaxy regista prejuízos de 103 ME no terceiro trimestre

O Galaxy, que opera casinos em Macau, apresentou prejuízos de 943 milhões de dólares de Hong Hong no terceiro trimestre, mas um crescimento em relação aos três meses anteriores.

Macau, China, 10 nov 2020 (Lusa) – O grupo Galaxy, que opera casinos em Macau, apresentou hoje prejuízos de 943 milhões de dólares de Hong Hong (103 milhões de euros) no terceiro trimestre, mas registou um crescimento em relação aos três meses anteriores.

Apesar do EBITDA (lucros antes de impostos, juros, amortizações e depreciações) negativo, o Galaxy Entertainment, que em 2019 arrecadou 4,1 mil milhões de dólares de Hong Kong (450 milhões de euros), conseguiu subir 31%, quando comparado com o desempenho entre julho e setembro.

Uma subida que a empresa justificou pelo esforço realizado na contenção dos custos, num momento em que a capital mundial do jogo sofre o impacto económico da pandemia de covid-19, com apenas algumas dezenas de milhares de turistas chineses a entrarem no território, quando no ano passado a média mensal de visitantes rondava os três milhões.

O regresso dos vistos generalizados na China continental, o principal mercado turístico de Macau, foi destacado pelo presidente do grupo. Mas Lui Che Woo admitiu que esta medida ainda não teve um impacto no terceiro trimestre.

Na informação enviada à Bolsa de Hong Kong, o Galaxy afirmou que continua apostado em investir em Macau e nos planos de expansão do grupo, em especial no Japão.

Com os vistos turísticos da China para Macau suspensos, o número de visitantes provenientes do interior da China chegou a cair este ano na ordem dos 90%, em termos anuais, com os casinos a registarem perdas sem precedentes, mas com uma ligeira recuperação neste terceiro trimestre, ainda assim muito longe dos resultados alcançados em anos anteriores.

Capital mundial do jogo, Macau é o único local na China onde o jogo em casino é legal. Três concessionárias (Sociedade de Jogos de Macau, Galaxy e Wynn) e três subconcessionárias (Venetian, MGM e Melco) exploram casinos naquela que é muitas vezes apelidada de Las Vegas da Ásia, mas que há muito ultrapassou as receitas dos casinos registados naquela cidade norte-americana.

Macau registou 46 infetados com o novo coronavírus desde o início da pandemia, mas não tem qualquer caso ativo e nunca detetou um surto local. Há mais de três meses que não regista qualquer caso.

JMC // PTA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS