Omar Al-Wahaibi abandona administração da REN

O representante da Oman Oil na administração da REN – Redes Energéticas Nacionais renunciou ao cargo, depois de ter pedido a suspensão em julho, comunicou hoje a empresa à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Omar Al-Wahaibi abandona administração da REN

Omar Al-Wahaibi abandona administração da REN

O representante da Oman Oil na administração da REN – Redes Energéticas Nacionais renunciou ao cargo, depois de ter pedido a suspensão em julho, comunicou hoje a empresa à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A REN — Redes Energéticas Nacionais, SGPS, S.A. (“REN”) informa o mercado e o público em geral que o Senhor Omar Al-Wahaibi apresentou ontem [domingo] ao Presidente do Conselho de Administração da REN a sua renúncia, com efeitos a 31 de agosto, ao cargo de Vogal do Conselho de Administração da REN”, pode ler-se no comunicado hoje enviado ao regulador do mercado.

O anúncio feito hoje segue-se ao pedido de suspensão de funções feito no dia 07 de julho, no contexto da intenção da petrolífera de Oman de vender a sua participação na empresa.

A OQ S.A.O.C, companhia de petróleo de Omã (Oman Oil), anunciou em 18 de maio que iria vender a sua participação indireta na REN, de 12%, de acordo com um comunicado ao mercado.

No dia 30 de julho, foi comunicado ao mercado que o presidente do grupo espanhol Inditex, Amancio Ortega, comprou 12% da REN – Redes Energéticas Nacionais, através da transmissão da totalidade das ações da Mazoon à sociedade Pontegadea Inversiones.

Deste modo, a Oman Oil Company vendeu a totalidade das ações que tinha da REN, sendo que agora os principais acionistas da empresa são a State Grid Corporation of China (25%), a Lazard Asset Management (7%), a Fidelidade – Companhia de Seguros (5,3%), a Red Eléctrica Internacional (5%) e a Great-West Lifeco (3,7%).

De acordo com um comunicado da Pontegadea, ‘holding familiar de Amancio Ortega, “em julho de 2021, a Pontegadea chegou a acordo com a Oman Oil para a aquisição de 12% da REN”, dizendo também ter-se tratado de “uma decisão de acordo com a lógica de investimento da Pontegadea no que toca ao setor, tipo de empresa e de mercado”.

Amancio Ortega, de 85 anos, é também o presidente e fundador do grupo têxtil Inditex, proprietário de marcas como a Zara e a Massimo Dutti.

JE (JNM/MPE) // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS