OE2022: Pagamentos em atraso sobem para 835,2 ME até junho

Os pagamentos em atraso das entidades públicas fixaram-se em 835,2 milhões de euros no final de junho, um aumento de 2,4 milhões de euros face ao período homólogo, de acordo com a síntese de execução orçamental.

OE2022: Pagamentos em atraso sobem para 835,2 ME até junho

OE2022: Pagamentos em atraso sobem para 835,2 ME até junho

Os pagamentos em atraso das entidades públicas fixaram-se em 835,2 milhões de euros no final de junho, um aumento de 2,4 milhões de euros face ao período homólogo, de acordo com a síntese de execução orçamental.

“No final de junho os pagamentos em atraso das entidades públicas ascenderam a 835,2 milhões de euros, o que representa um aumento de 2,4 milhões de euros relativamente ao período homólogo e um aumento de 135,6 milhões de euros face ao final do mês anterior”, informa a Síntese da Execução Orçamental hoje divulgada pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

Segundo a síntese, para a evolução homóloga contribuíram, sobretudo, o aumento registado nos Hospitais EPE, que representaram 7,1 milhões de euros, nas Empresas Públicas Reclassificadas, que representaram 4,8 milhões de euros, atenuado pela diminuição na Administração Regional (-11,7 milhões de euros).

Já a variação mensal foi, sobretudo, impactada pelos Hospitais EPE, com um aumento de 137,6 milhões de euros.

AAT // RBF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS