OE2020: Governo espera receber 705 ME com dividendos de CGD e Banco de Portugal

O Governo prevê que os cofres públicos arrecadem 705 milhões de euros em 2020 com dividendos da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e do Banco de Portugal, segundo a proposta do Orçamento do Estado entregue na segunda-feira no parlamento.

OE2020: Governo espera receber 705 ME com dividendos de CGD e Banco de Portugal

OE2020: Governo espera receber 705 ME com dividendos de CGD e Banco de Portugal

O Governo prevê que os cofres públicos arrecadem 705 milhões de euros em 2020 com dividendos da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e do Banco de Portugal, segundo a proposta do Orçamento do Estado entregue na segunda-feira no parlamento.

No Mapa I anexo à proposta do Orçamento de Estado para 2020 (OE2020), o Governo contabiliza em 705 milhões de euros, no total, os “dividendos e participações nos lucros de sociedades financeiras”.

Já no relatório que acompanha a proposta é dito que o executivo prevê a “entrega de 468 milhões de euros pelo Banco de Portugal e 237 milhões de euros pela Caixa Geral de Depósitos”, valores líquidos de IRC (imposto sobre as empresas).

O Banco de Portugal entregou este ano, relativamente a 2018, dividendos de 645 milhões de euros ao Estado (líquidos de IRC), um novo máximo e que ficou acima das previsões.

Já a Caixa Geral de Depósitos entregou 200 milhões de euros em dividendos ao Estado relativos a 2018, na primeira vez que o banco pagou dividendos desde 2010.

Em novembro, o presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos, Paulo Macedo, considerou um cenário “plausível” a distribuição de 250 milhões de euros em dividendos ao Estado, relativos a 2019.

IM // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS