Novo Banco com menos 303 trabalhadores e 45 balcões no primeiro semestre

O Novo Banco fechou o primeiro semestre deste ano com menos 303 trabalhadores e 45 balcões do que no período homólogo, tendo ainda assim os custos operativos aumentado em 2,2%, adiantou hoje, em comunicado ao mercado.

Novo Banco com menos 303 trabalhadores e 45 balcões no primeiro semestre

Novo Banco com menos 303 trabalhadores e 45 balcões no primeiro semestre

O Novo Banco fechou o primeiro semestre deste ano com menos 303 trabalhadores e 45 balcões do que no período homólogo, tendo ainda assim os custos operativos aumentado em 2,2%, adiantou hoje, em comunicado ao mercado.

Na nota, publicada na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a instituição, que era até hoje liderada por António Ramalho, substituído agora por Mark Bourke, indicou que a 30 de junho deste ano “tinha 4.167 colaboradores” menos 26 do que em dezembro e menos 303 face a junho de 2021.

Paralelamente, em 30 de junho, “o número de balcões ascendia a 304”, uma redução de sete face a dezembro e de 45 em termos homólogos, destacou.

Ainda assim, “os custos operativos apresentaram um aumento face ao período homólogo (+4,6 milhões de euros)”, ou 2,2%, indicou.

“A diminuição dos custos com pessoal, reflexo da diminuição do número de colaboradores, não foi suficiente para compensar o aumento nos gastos gerais e administrativos e nas amortizações devido ao continuado investimento na transformação, otimização e simplificação da organização e dos seus processos em função do seu programa estratégico”, referiu a instituição.

O Novo Banco registou, no primeiro semestre deste ano, lucros de 266,7 milhões de euros, um aumento de 93,7% em relação a igual período do ano passado, adiantou a instituição.

ALYN // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS