Negócios na indústria diminuem 0,7% em 2019 – INE

O volume de negócios na indústria diminuiu 0,7% em 2019, quando em 2018 tinha crescido 4,9%, mas sem o agrupamento energia o índice cresceu 0,4% no ano passado.

Negócios na indústria diminuem 0,7% em 2019 - INE

Negócios na indústria diminuem 0,7% em 2019 – INE

O volume de negócios na indústria diminuiu 0,7% em 2019, quando em 2018 tinha crescido 4,9%, mas sem o agrupamento energia o índice cresceu 0,4% no ano passado.

Lisboa, 10 fev 2020 (Lusa) – O volume de negócios na indústria diminuiu 0,7% em 2019, quando em 2018 tinha crescido 4,9%, mas sem o agrupamento energia o índice cresceu 0,4% no ano passado, informou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

As vendas na indústria aumentaram 0,3% no quarto trimestre do ano passado, face a igual período do ano anterior, contra uma descida de 2,1% no terceiro trimestre.

Analisando apenas o mês de dezembro do ano passado, o volume de negócios na indústria aumentou 1,5%, recuperando face à diminuição de 0,9% no mês anterior.

O índice relativo ao mercado nacional passou de uma queda de 1,5% em novembro para um crescimento de 1,9% em dezembro, tendo o agrupamento de energia dado o maior contributo para a variação do índice, com um aumento de 3,5% (3,8% em novembro), enquanto os bens de consumo e os bens intermédios passaram de reduções de 1,3% e 7,1% em novembro, respetivamente, para avanços de 1,9% e 1,3% em dezembro.

O índice relativo ao mercado externo registou em dezembro um aumento de 0,8%, face a uma queda de 0,1% em novembro, com os índices de bens de investimento e de bens de consumo a registarem aumentos de 8,2% e 6,7% , enquanto o agrupamento de bens intermédios diminuiu 8,8%.

O índice de bens de consumo passou de uma redução de 1,8% em novembro para um crescimento de 3,7% em dezembro, originando o contributo positivo mais expressivo, segundo o INE, enquanto os índices de energia e de bens de investimento desaceleraram para subidas de 3,4% e 4%, respetivamente.

Em termos homólogos, os índices de emprego e de horas trabalhadas diminuíram 0,3% e 0,4% em dezembro, respetivamente, contra uma descida de 0,3% e um crescimento de 1,4% no mês anterior, pela mesma ordem, enquanto o índice de remunerações aumentou 1,8%, abaixo da subida de 4,2% em novembro.

VP // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS