Moratórias do Banco Montepio caíram 17% para 2.500 ME em setembro

O Banco Montepio tinha, no final de setembro, um total de 2,5 mil milhões de euros em moratórias, uma redução de 17% em relação ao final de 2020, adiantou a instituição, em comunicado.

Moratórias do Banco Montepio caíram 17% para 2.500 ME em setembro

Moratórias do Banco Montepio caíram 17% para 2.500 ME em setembro

O Banco Montepio tinha, no final de setembro, um total de 2,5 mil milhões de euros em moratórias, uma redução de 17% em relação ao final de 2020, adiantou a instituição, em comunicado.

Na nota, a instituição indicou que “em 30 de setembro de 2021, o Banco Montepio tinha concedido 25 mil moratórias ao abrigo do regime especial de auxílio proporcionado às famílias e às empresas no contexto da pandemia de covid-19, num montante total de 2,5 mil milhões de euros, evidenciando uma redução de 17% face ao final de 2020”.

O banco informou ainda que a “grande maioria das moratórias teve a data de término agendada para o final de setembro, tendo o Banco Montepio criado um grupo de trabalho dedicado para contactar os clientes com contratos de crédito abrangidos pela moratória, antes do respetivo termo de vigência, por forma a aferir a existência de risco de ‘default’ e, quando necessário, apresentar propostas para prevenir a entrada desses contratos em incumprimento”.

Depois destes contactos, “o Montepio estima que cerca de 96% do volume de crédito ‘performing’, que estava em moratória no final de setembro de 2021, retomará o plano de pagamento da dívida conforme previsto à data de adesão à moratória, pelo que não será expectável um aumento significativo do risco de incumprimento após o término das moratórias”.

A instituição garantiu ainda que entre janeiro e setembro “manteve o foco na preservação dos indicadores de solvabilidade e implementou um conjunto de medidas previstas no plano de ajustamento operacional que visam a melhoria dos rácios de capital, através da redução dos ativos ponderados pelo risco (RWA), nomeadamente através do desinvestimento em ativos não estratégicos e promovendo o crescimento do negócio ‘core’ de concessão de crédito em segmentos com menor risco e numa lógica de maximização do retorno sobre o capital”.

Assim, o “rácio de capital total em 30 de setembro de 2021 situou-se em 13,9% (face a 13,8% no final de 2020) beneficiando do efeito positivo na redução dos RWA”.

No comunicado, que deu conta dos resultados dos primeiros nove meses deste ano, a instituição disse ainda que “manteve o foco em reforçar a sua presença no segmento de empresas, disponibilizando linhas de crédito com garantia do Estado para fazer face aos desafios e constrangimentos económicos” das sociedades portuguesas “que operam nos setores mais afetados pelos efeitos da pandemia de covid-19”.

O Banco Montepio registou, nos primeiros nove meses de 2021, prejuízos de 14,2 milhões de euros, uma recuperação de 75% em relação aos resultados negativos de 56,8 milhões de euros que obteve em igual período do ano passado.

 

ALYN // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS