Missão empresarial brasileira resulta em 580 mil euros de exportações de vinhos nacionais

Uma missão empresarial inversa que trouxe a Portugal importadores e distribuidores brasileiros resultou na venda de vinhos portugueses avaliados em 580 mil euros, “a maior exportação registada de uma só vez” para o Brasil, divulgou hoje a AEP.

Missão empresarial brasileira resulta em 580 mil euros de exportações de vinhos nacionais

Missão empresarial brasileira resulta em 580 mil euros de exportações de vinhos nacionais

Uma missão empresarial inversa que trouxe a Portugal importadores e distribuidores brasileiros resultou na venda de vinhos portugueses avaliados em 580 mil euros, “a maior exportação registada de uma só vez” para o Brasil, divulgou hoje a AEP.

Segundo a Associação Empresarial de Portugal (AEP), a missão inversa brasileira era composta por empresas importadoras e distribuidoras de vinhos, entre as quais a cadeia de distribuição Pão de Açúcar, e ainda por escanções brasileiros, tendo resultado na exportação de 234 mil garrafas de vinho oriundas de todas as regiões de Portugal, num negócio avaliado em cerca de 580 mil euros.

Desenvolvida no âmbito do projeto de internacionalização da AEP “Business On the Way”, esta ação de promoção constitui, segundo a associação, “a maior exportação registada, de uma só vez, de vinhos nacionais para o mercado brasileiro”.

“Pelo impacto imediato que tem nas vendas dos produtores nacionais e pela motivação que cria em todos os agentes económicos, este ano a ação não contou só com os vinhos verdes, foi alargada a todas as regiões vitivinícolas de Portugal”, refere a AEP, salientando que “o programa da missão, que proporcionou a prova de vinhos a diversos especialistas brasileiros, que comentaram, negociaram e encomendaram, vem provar o crescente interesse no setor vitivinícola português”.

Em declarações a agência Lusa, o presidente da AEP afirmou que, “apesar da carga fiscal elevada, que penaliza os vinhos nacionais face ao Chile ou à Argentina, há cada vez mais consumidores brasileiros a procurarem os vinhos portugueses”.

“Esta é uma ação que é um bom exemplo do que pode ser feito pelas associações para apoiar as empresas a exportarem para novos mercados”, considerou Luís Miguel Ribeiro.

Realizada em 2016, a primeira ação de promoção semelhante à agora realizada proporcionou — através de uma parceria entre a AEP e o Pão de Açúcar — que esta cadeia brasileira de distribuição importasse mais de 100 mil garrafas de vinho verde de sete regiões vitivinícolas e 19 produtores portugueses, um negócio avaliado em cerca de 300 mil euros.

No ano passado a ação repetiu-se, resultando na exportação de 200 mil garrafas de vinho verde, de 13 produtores nacionais, num valor superior a 450 mil euros.

PD // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS