Mercado livre de gás natural cresceu 4% em janeiro para 1,2 milhões de clientes

Mercado livre de gás natural cresceu 4% em janeiro para 1,2 milhões de clientes

O mercado livre de gás natural aumentou 4% para 1,2 milhões de clientes em janeiro deste ano, face ao período homólogo, adiantou hoje a ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

Este valor representa ainda um crescimento líquido de cerca de 3,2 mil clientes em relação a dezembro de 2018, uma subida de 0,3%, segundo os mesmos dados.

“Após um período de aceleração das migrações para o regime de mercado, desde janeiro de 2018 que o crescimento do número de clientes no ML [mercado liberalizado] registou uma taxa média mensal de aproximadamente 0,4%”, revelou o regulador.

No mesmo boletim, a ERSE contabilizou ainda 284 mil clientes que permanecem no mercado regulado, “esmagadoramente concentrados no segmento de pequenas e médias empresas (PME) e residenciais”.

A ERSE detalhou também que o “consumo no mercado livre representa em janeiro mais de 97%” do total em Portugal continental.

“Em termos de quota de mercado, a Galp manteve a sua posição como principal operador no mercado livre em consumo (61%), enquanto a EDP Comercial manteve a sua posição de liderança em número de clientes (55%), apesar da quebra registada desde janeiro de 2018”, de acordo com a ERSE.

O regulador adiantou ainda que a Galp manteve a liderança “nos segmentos de clientes industriais (57%) e de grandes consumidores (67%), registando uma diminuição da sua quota no segmento dos clientes industriais e um aumento no segmento dos grandes consumidores”.

Já a EDP continua a liderar “nos segmentos das PME (55%) e residencial (55%), apresentando um crescimento de 3,7 pontos percentuais” nas PME e mantém as suas quotas no segmento residencial, de acordo com o regulador.

ALYN // CSJ

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Mercado livre de gás natural cresceu 4% em janeiro para 1,2 milhões de clientes

O mercado livre de gás natural aumentou 4% para 1,2 milhões de clientes em janeiro deste ano, face ao período homólogo, adiantou hoje a ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.