Mercado automóvel europeu regista em outubro maior queda desde 1990

As vendas de automóveis novos registaram uma descida recorde na Europa no mês de outubro, devido à falta de semicondutores.

Mercado automóvel europeu regista em outubro maior queda desde 1990

Mercado automóvel europeu regista em outubro maior queda desde 1990

As vendas de automóveis novos registaram uma descida recorde na Europa no mês de outubro, devido à falta de semicondutores.

Com 665.000 veículos vendidos, as matrículas registadas caíram 30,3% em outubro de 2021 em relação a outubro de 2020, indicou a Associação de Construtores Europeus de Automóveis (ACEA) em comunicado.

A ACEA nunca registou um número tão baixo em outubro desde que começaram as primeiras estatísticas em 1990.

Foi o quarto mês consecutivo em baixa no mercado europeu.

Nos principais mercados houve um forte recuo, com uma queda de 35,7% em Itália, de 34,9% na Alemanha, de 30,7% em França e de 20,5% em Espanha.

Nos primeiros 10 meses do ano, as vendas permanecem ligeiramente acima do nível de 2020 (+2,2%) a nível europeu.

“Apesar da recente queda nas vendas devido à escassez de semicondutores, os ganhos obtidos no início do ano permitiram permanecer em números positivos”, indicou a ACEA.

Além disso, a procura continuou positiva em três dos quatro principais mercados: Itália (+12,7%), Espanha (+5,6%) e França (+3,1%). Na Alemanha, os resultados pioraram desde janeiro até agora em comparação com os de há um ano (-5,2%), precisou a associação que representa os 15 principais fabricantes europeus de veículos.

EO // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS