Lucros da NOS aumentam 34,6% no primeiro trimestre para 41,1 ME

O resultado líquido consolidado da NOS cresceu, no primeiro trimestre deste ano, em 34,6% face ao período homólogo, atingindo 41,1 milhões de euros, indicou hoje a operadora em comunicado.

Lucros da NOS aumentam 34,6% no primeiro trimestre para 41,1 ME

Lucros da NOS aumentam 34,6% no primeiro trimestre para 41,1 ME

O resultado líquido consolidado da NOS cresceu, no primeiro trimestre deste ano, em 34,6% face ao período homólogo, atingindo 41,1 milhões de euros, indicou hoje a operadora em comunicado.

“Nos primeiros três meses deste ano, os resultados da NOS mantiveram a recuperação já sentida nos últimos trimestres do ano passado”, adiantou, na mesma nota, acrescentando que as receitas consolidadas “registaram um crescimento de 10,6% e atingiram 373,4 milhões de euros, consolidando a trajetória positiva de crescimento”.

Paralelamente, indicou a operadora, “as receitas de telecomunicações apresentaram uma evolução positiva de 9% para 365,8 milhões de euros”, tendo a área de cinemas e audiovisual contribuído “também para um incremento das receitas consolidadas, ao apresentar uma evolução positiva de 71,1% para 16,6 milhões de euros”.

O EBITDA (resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) consolidado “atingiu 159,4 milhões de euros, um aumento de 4,8% face ao período homólogo de 2021”, referiu a NOS, adiantando que “o bom desempenho das telecomunicações e a retoma da atividade de exibição cinematográfica impulsionaram o crescimento dos resultados operacionais da companhia”.

De acordo com a operadora, “no primeiro trimestre de 2022, a NOS voltou a registar um forte crescimento no número de serviços que presta aos portugueses”, sendo que “no final de março, a NOS disponibilizava mais de 10,393 milhões de serviços, tendo adicionado mais 88 mil serviços nos primeiros três meses do ano”. Assim, “o número de serviços aumentou 5% face ao período homólogo de 2021”.

“Todas as áreas de telecomunicações contribuíram para este crescimento, em especial o segmento móvel, que registou um aumento de subscritores, entre janeiro e março, de 74 mil totalizando 5,424 milhões, dos quais 62% pós-pagos”, adiantou o grupo, acrescentando que “o número de subscritores móveis cresceu 8,6% quando comparado com o número verificado um ano antes”.

Na mesma nota, a operadora indicou que no final do primeiro trimestre deste ano “prestava 1,65 milhões de serviços de televisão paga, e cerca de 1,5 milhões de serviços de internet de banda larga fixa”.

De acordo com a operadora “nos três primeiros meses do ano a NOS manteve o ritmo de investimento, depois de em 2021 ter atingido o seu investimento recorde”, sendo que “o capex total aumentou, neste trimestre face ao período homólogo, 44,9% para 143,3 milhões de euros”.

No final do primeiro trimestre, a dívida financeira líquida situou-se “nos 1.031 milhões de euros, representando 1,96x o EBITDA após leasings”, indicou.

 

ALYN // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS