Lucro da LEGO mais que duplica na 1.ª metade deste ano para 848 ME

O grupo LEGO revelou hoje que o seu lucro mais do que duplicou no primeiro semestre deste ano, para 6.300 milhões de coroas dinamarquesas (848 milhões de euros), face a igual período do ano fiscal anterior.

Lucro da LEGO mais que duplica na 1.ª metade deste ano para 848 ME

Lucro da LEGO mais que duplica na 1.ª metade deste ano para 848 ME

O grupo LEGO revelou hoje que o seu lucro mais do que duplicou no primeiro semestre deste ano, para 6.300 milhões de coroas dinamarquesas (848 milhões de euros), face a igual período do ano fiscal anterior.

As famílias em todo o mundo aumentaram as suas despesas em bens de consumo, enquanto permanecem em casa devido ao confinamento e a LEGO foi das empresas que se destacou já em 2020 ao “apresentar lucros e vendas recorde”, segundo a agência financeira Bloomberg, que cita um comunicado do ‘gigante’ dinamarquês no qual este refere que na primeira metade deste ano “o lucro aumentou 140%” em termos homólogos.

Na primeira metade deste ano, as receitas cresceram 46%, para 23.000 milhões de coroas dinamarquesas (DKK), na comparação com idêntico período do ano anterior.

Em relação às vendas aos consumidores, estas registaram um crescimento homólogo de 36%, isto é, apresentaram um ritmo de crescimento “muito superior” ao da restante indústria de brinquedos, tendo levado a um aumento da quota de mercado global, bem como a uma subida de quota em todos os seus principais mercados, refere a LEGO num comunicado.

No período em análise, o lucro operacional ascendeu a 8.000 milhões de coroas dinamarquesas, o que representou um acréscimo homólogo de 104%, apesar de a multinacional ter em marcha “um ambicioso” programa de investimentos estratégicos para apoiar o crescimento a longo prazo.

O presidente executivo do grupo LEGO, Niels B. Christiansen, afirmou que está “muito satisfeito com os progressos alcançados em todas as áreas de negócio durante a primeira metade do ano”.

E prosseguiu: “Este desempenho deveu-se a uma grande procura pelo nosso portefólio, que atraiu muitos novos construtores para a LEGO”.

“O nosso crescimento face ao ano passado deveu-se também à diminuição das restrições relacionadas com a pandemia, comparadas com 2020, que permitiu às nossas fábricas trabalhar de forma ininterrupta e à maioria das lojas reabrirem”, realçou o gestor.

As vendas ‘online’ através das plataformas LEGO ou dos seus parceiros cresceram 50% face ao mesmo período do ano passado.

O grupo LEGO lançou também um novo formato de loja de retalho que será introduzido em 60 lojas na segunda metade do ano.

Este formato foi dado a conhecer na abertura da nova loja em Nova Iorque, em junho.

O grupo LEGO abriu mais 60 lojas na primeira metade deste ano, das quais 40 na China, elevando assim o número total de lojas para 737 no final do primeiro semestre deste ano (das quais 291 neste país da Ásia).

JS // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS