Las Vegas Sands recria Londres em Macau, depois de Veneza e Paris

O grupo hoteleiro e operador de jogo Las Vegas Sands abriu hoje oficialmente a primeira fase do Londoner, uma restruturação do ‘resort’ integrado Sands Cotai Central com tema britânico, depois de Veneza e Paris.

Las Vegas Sands recria Londres em Macau, depois de Veneza e Paris

Las Vegas Sands recria Londres em Macau, depois de Veneza e Paris

O grupo hoteleiro e operador de jogo Las Vegas Sands abriu hoje oficialmente a primeira fase do Londoner, uma restruturação do ‘resort’ integrado Sands Cotai Central com tema britânico, depois de Veneza e Paris.

Com recriações do Palácio de Westminster, do Parlamento britânico e do famoso ‘Big Ben’, na fachada, e um ambiente decorado com elementos londrinos, no interior, o grupo investiu 1,9 mil milhões de dólares norte-americanos (cerca de 1,6 mil milhões de euros) no projeto, que deverá “abrir progressivamente ao longo do ano”, indicou o grupo em comunicado.

O presidente da Sands China, Wilfred Wong, afirmou que o grupo “acredita que o The Londoner, tal como o The Venetian e o The Parisian antes dele, será instantaneamente um marco icónico em Macau”.

O projeto vai também ser uma “prova da visão inabalável de [Sheldon] Adelson para o desenvolvimento da Sands China e do compromisso da empresa em investir em Macau”, acrescentou, numa referência ao magnata norte-americano dos casinos, que morreu em janeiro, aos 87 anos.

Numa mensagem vídeo, o ex-futebolista inglês David Beckham, que em 2019 tinha estado em Macau para apresentar o projeto, onde é responsável pelo ‘design’ de 14 suítes, considerou tratar-se de um ‘resort’ integrado “muito pessoal”: “ser parte do desenvolvimento foi incrível, não só por levar a minha cidade até Macau, mas também pelas primeiras suítes David Beckham”.

Estes 14 quartos deverão ser lançados mais tarde, indicou a Sands.

Ao todo, o ‘resort’ The Londoner, situado no Cotai, faixa de casinos entre as ilhas da Taipa e de Coloane, vai incorporar o hotel Londoner (anteriormente Holiday Inn Macau Cotai Central), juntamente com as propriedades existentes Conrad Macao, Cotai Central, Sheraton Grande Macao Hotel, Cotai Central e The St. Regis Macau, Cotai Central, que pertencem ao Sands.

A Las Vegas Sands já tinha apostado em 2016 num ‘resort’ com uma réplica da torre Eiffel em Paris (The Parisian), com metade do tamanho do modelo original, e em 2007, numa reprodução da cidade italiana de Veneza, com praças, canais e gôndolas (The Venetian), ambos situados na mesma zona do Cotai.

Na cerimónia marcaram presença o vice-presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês e primeiro chefe do Executivo de Macau (1999-2009) Edmund Ho Hau-wah, o secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, o vice-diretor do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), Yan Zichan, e a comissária interina do Gabinete do Comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na RAEM, Wang Dong, entre outros.

Além da atuação da Macau Youth Orchestra, o coro Sands China, composto por funcionários do grupo, interpretou “Bohemian Rhapsody” do grupo britânico Queen.

EJ (MIM) // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS