Juros da dívida caem a dois anos, mantêm-se a cinco e sobem a 10 anos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a descer a dois anos, a manter-se a cinco e a subir a 10 anos.

Juros da dívida caem a dois anos, mantêm-se a cinco e sobem a 10 anos

Juros da dívida caem a dois anos, mantêm-se a cinco e sobem a 10 anos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a descer a dois anos, a manter-se a cinco e a subir a 10 anos.

Lisboa, 20 jun 2022 (Lusa) — Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a descer a dois anos, a manter-se a cinco e a subir a 10 anos.

Às 08:25 em Lisboa, os juros a 10 anos avançavam, para 2,715%, contra 2,690% na sexta-feira e 3,100% em 14 de junho, um novo máximo desde agosto de 2017.

Neste prazo, os juros terminaram em terreno negativo nas sessões de 08, 11 e 15 de janeiro de 2020 e atingiram o atual mínimo de sempre, de -0,059%, em 15 de dezembro de 2020.

Em sentido contrário, os juros a dois anos recuavam, para 1,359%, contra 1,362% na sexta-feira e 1,610% em 14 de junho, um máximo desde abril de 2014, e o mínimo de sempre, de -0,814%, em 29 de novembro de 2021.

Os juros a cinco anos mantinham-se, em 2,072%, contra 2,475% na em 14 de junho, um máximo desde abril de 2017, depois de terem recuado para o atual mínimo de sempre, de -0,506%, em 15 de dezembro de 2020.

Os juros da Grécia desciam a dois e cinco anos e subiam a 10 anos, enquanto os de Espanha avançavam em todos os prazos,

Os juros de Itália desciam a dois anos e subiam a cinco e a 10 anos, enquanto os da Irlanda se mantinham a dois anos e avançavam a cinco e a 10 anos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha às 08:25:

2 anos…5 anos…10 anos

Portugal

20/06…….1,359….2,072……2,715

18/06…….1,362….2,072……2,690

Grécia

20/06…….1,984….2,968……4,022

18/06…….2,054….2,996……4,014

Irlanda

20/06…….0,974….1,805…..2,339

18/06…….0,974….1,804…..2,312

Itália

20/06…….1,567….2,870……3,607

18/06…….1,585….2,855……3,582

Espanha

20/06…….1,349….2,141……2,761

18/06…….1,346….2,125……2,740

Fonte: Bloomberg Valores de ‘bid’ (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.

MC // SB

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS