JP Morgan entra no mercado brasileiro com 40% do banco virtual C6 Bank

O banco norte-americano JP Morgan Chase, que apenas operava no Brasil como instituição de investimento e créditos corporativos, comprou 40% do banco virtual brasileiro C6 Bank, permitindo-lhe entrar no maior mercado latino-americano como banco comercial.

JP Morgan entra no mercado brasileiro com 40% do banco virtual C6 Bank

JP Morgan entra no mercado brasileiro com 40% do banco virtual C6 Bank

O banco norte-americano JP Morgan Chase, que apenas operava no Brasil como instituição de investimento e créditos corporativos, comprou 40% do banco virtual brasileiro C6 Bank, permitindo-lhe entrar no maior mercado latino-americano como banco comercial.

O negócio, anunciado hoje por ambas as entidades e cujo valor não foi divulgado, faz do JP Morgan num sócio estratégico do C6 Bank, um dos bancos digitais com maior crescimento no Brasil, com sete milhões de clientes e 1.600 funcionários após o seu lançamento, há dois anos.

“O investimento estratégico deve acelerar o crescimento do C6 Bank e complementar a estratégia internacional do mercado bancário comercial do Chase”, indica um comunicado divulgado pelas duas entidades em Nova Iorque e São Paulo.

O banco virtual brasileiro, já presente nos 5.570 municípios do Brasil, oferece aos seus clientes, tanto pessoas quanto empresas, produtos como conta bancária corrente, cartão de crédito, empréstimos, conta global multimoeda e plataforma de investimentos.

O anúncio da entrada do JP Morgan no mercado de bancos virtuais brasileiros ocorre três semanas depois de o Nubank, fundado em 2013 no Brasil e o maior banco digital do mundo, com 40 milhões de clientes no Brasil, Colômbia e México, ter anunciado que recebeu um aporte de capital de 750 milhões de dólares (628,6 milhões de euros) de um dos fundos de Warren Buffett para financiar a sua expansão.

De acordo com o comunicado do C6 Bank, o negócio ainda depende da aprovação dos órgãos reguladores do Brasil.

“Estamos felizes em fazer esta parceria com um dos bancos digitais que mais cresce no Brasil”, disse Sanoke Viswanathan, presidente de Mercado Comercial Internacional do JP Morgan Chase, citado no comunicado.

O executivo acrescentou que o JP Morgan pretende apoiar a aceleração do crescimento do C6 Bank e a sua meta de se tornar líder em serviços financeiros no Brasil.

Marcelo Kalim, presidente e cofundador do C6 Bank, referiu que a parceria estratégica permite “ganhar ainda mais escala” no seu negócio e “continuar a oferecer aos consumidores brasileiros os melhores produtos financeiros”.

A nota destaca o mercado financeiro brasileiro como um dos maiores do mundo e o crescimento das transações de bancos virtuais no país, que já representam 60% do total.

MYMM // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS