Inflação na zona euro sobe para 2,2% em julho impulsionada por preços na energia

A taxa de inflação anual na zona euro fixou-se em 2,2% em julho, um aumento face aos 1,9% de junho e impulsionado principalmente pelos preços na energia – estimativa rápida do Eurostat.

Inflação na zona euro sobe para 2,2% em julho impulsionada por preços na energia

Inflação na zona euro sobe para 2,2% em julho impulsionada por preços na energia

A taxa de inflação anual na zona euro fixou-se em 2,2% em julho, um aumento face aos 1,9% de junho e impulsionado principalmente pelos preços na energia – estimativa rápida do Eurostat.

Bruxelas, 30 jul 2021 (Lusa) — A taxa de inflação anual na zona euro fixou-se em 2,2% em julho, um aumento face aos 1,9% de junho e impulsionado principalmente pelos preços na energia, segundo a estimativa rápida hoje divulgada pelo gabinete estatístico comunitário, Eurostat.

Dados provisórios hoje publicados pelo Eurostat revelam que, neste mês de julho, a taxa de inflação anual subiu 0,3 pontos percentuais face ao registado em junho.

Entre as principais componentes da inflação da zona euro, o gabinete estatístico destaca que foi no dos preços da energia que se registou a taxa anual mais elevada, de 14,1% em julho, em comparação com 12,6% em junho.

A impulsionar o acréscimo estão também as componentes dos preços dos alimentos, álcool e tabaco (1,6%, em comparação com 0,5% em junho), serviços (0,9%, comparado com 0,7% em junho) e bens industriais não energéticos (0,7%, comparado com 1,2% em junho).

Em julho de 2020, a taxa de inflação anual na zona euro foi de 0,4%.

Em Portugal, a taxa de inflação anual fixou-se em 1,1% em julho deste ano, contra -0,6% em junho de 2021 e -0,1% em julho de 2020.

ANE // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS