INE divulga hoje expansão do PIB que deve ter desacelerado no 3.º trimestre em cadeia

O INE divulga hoje a estimativa rápida das Contas Nacionais Trimestrais relativas ao terceiro trimestre e os economistas ouvidos pela Lusa antecipam uma desaceleração da economia.

INE divulga hoje expansão do PIB que deve ter desacelerado no 3.º trimestre em cadeia

INE divulga hoje expansão do PIB que deve ter desacelerado no 3.º trimestre em cadeia

O INE divulga hoje a estimativa rápida das Contas Nacionais Trimestrais relativas ao terceiro trimestre e os economistas ouvidos pela Lusa antecipam uma desaceleração da economia.

Lisboa, 14 nov 2019 (Lusa) – O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga hoje a estimativa rápida das Contas Nacionais Trimestrais relativas ao terceiro trimestre e os economistas ouvidos pela Lusa antecipam uma desaceleração da economia face aos três meses anteriores.

Os economistas ouvidos pela agência Lusa preveem, em média, que o Produto Interno Bruto (PIB) tenha crescido 0,4% no terceiro trimestre na comparação com os três meses anteriores, abaixo do crescimento de 0,6% registado no segundo trimestre.

Já em termos homólogos, ou seja, na comparação com o mesmo período do ano anterior, a média das estimativas aponta para uma expansão de 2% do PIB, uma décima acima do crescimento de 1,9% registado entre abril e junho.

As previsões mais otimistas são do Núcleo de Estudos de Conjuntura da Economia Portuguesa (NECEP) da Universidade Católica, que antecipa que a economia tenha crescido 0,5% no terceiro trimestre face aos três meses anteriores, uma décima abaixo do registado no trimestre anterior.

Em termos homólogos, a Católica antecipa uma expansão do PIB de 2,1% entre julho e setembro, mais duas décimas do que no trimestre anterior.

A Nova SBE/MacroNova também antecipa uma expansão de 0,5% do PIB em cadeia no terceiro trimestre. “Esta evolução representa uma desaceleração do ritmo de crescimento relativamente aos dois primeiros trimestres do ano, onde se registou uma variação de 0,6%”, indicam Pedro Brinca e João Duarte, professores da Nova SBE, à Lusa.

Em termos homólogos, a Nova SBE prevê uma expansão de 1,8% do PIB, também ligeiramente abaixo dos 1,9% registados nos três meses anteriores.

“A ligeira desaceleração do crescimento do PIB no terceiro trimestre face aos trimestres anteriores está de acordo com o esperado e justifica a revisão em baixa anteriormente feita pelo Governo da previsão de crescimento para a economia portuguesa, este ano, em três décimas, dos 2,2% previstos no Orçamento do Estado para 2019, para 1,9%”, indicam os professores da Nova SBE.

Já a estimativa do ISEG (Grupo de Análise Económica/Síntese de Conjuntura) para a evolução do PIB no terceiro trimestre é de um crescimento de 0,4% em relação ao trimestre anterior e de 2% em termos homólogos.

A previsão mais modesta para a evolução do PIB em cadeia, no terceiro trimestre, é do Montepio, que antecipa “um crescimento em cadeia de 0,3% (entre 0,2% e 0,4%) no terceiro trimestre e um crescimento homólogo de 1,9%”, conforme referiu à Lusa Rui Bernardes Serra, economista-chefe do Montepio.

Segundo os dados do INE atualizados com a base 2016, o PIB cresceu 0,6% no primeiro trimestre, na comparação com os três meses anteriores, e 2,1% face ao mesmo período do ano passado.

Já no segundo trimestre do ano, a economia também cresceu 0,6% em cadeia, tendo acelerado 1,9% em termos homólogos.

Na semana passada, a Comissão Europeia melhorou em três décimas a previsão de crescimento económico de Portugal para 2% este ano, uma décima acima do esperado pelo Governo (1,9%), mantendo a anterior previsão de 1,7% para 2020, três décimas abaixo da previsão do executivo português (2%).

ECR // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS