Hoje há greve da IP e com «fortes perturbações na circulação dos comboios»

Hoje há greve da IP e com «fortes perturbações na circulação dos comboios»

Os trabalhadores da Infraestruturas de Portugal (IP) cumprem hoje um dia de greve, depois de não terem chegado a acordo com o Governo.

A CP já alertou para “fortes perturbações na circulação” devido à greve na IP. Está previsto a “supressão de comboios a nível nacional em todos os serviços”. A empresa alertou ainda que “não serão disponibilizados transportes alternativos”.

Os sindicatos exigem que a administração da empresa e o Governo concretizem o acordo coletivo de trabalho e cheguem a acordo sobre um regulamento de carreiras.

LEIA MAIS: CIP terá este mês estudo sobre impacto do Brexit na economia portuguesa

“Não houve acordo. É um processo que vai levar algum tempo. Houve muito pouca evolução”, afirmou à agência Lusa José Manuel Oliveira, coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans), no final da reunião de terça-feira, no Ministério do Planeamento e Infraestruturas. Assim, acrescentou, «mantêm-se os motivos para a greve marcada para hoje».

Os sindicatos querem “respostas às propostas sindicais tanto da parte da empresa como do Governo” em relação à negociação do acordo coletivo, disse José Manuel Oliveira.

LEIA MAIS: Costa anuncia passe único nos transportes e subida do mínimo de existência social em IRS

“A empresa e o Governo pretendem fazer uma negociação sem a valorização salarial e profissional dos trabalhadores”, defendeu o dirigente sindical, na segunda-feira. “Há uma grande distância entre as posições dos sindicatos e da IP para que seja possível um acordo», acrescentou ainda.

Greve na CP | Serviços Mínimos

A paralisação contará com serviços mínimos, definidos pelo tribunal arbitral, tendo sido subscrita por 14 organizações sindicais. Estão abrangidos os encaminhamentos para o destino de comboios a circular ao início da greve, os comboios socorro e aqueles que transportem matérias perigosas, ‘jet fuel’, carvão e bens perecíveis.

LEIA MAIS: Governo autoriza CP a comprar 22 comboios por 168 ME

 

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS