Governo guineense estuda possibilidade de aumento do preço dos combustíveis

O Governo guineense está a estudar a possibilidade de aumentar o preço dos combustíveis, que nos últimos dias têm escasseado no país, disse hoje à Lusa fonte do Ministério da Energia.

Governo guineense estuda possibilidade de aumento do preço dos combustíveis

Governo guineense estuda possibilidade de aumento do preço dos combustíveis

O Governo guineense está a estudar a possibilidade de aumentar o preço dos combustíveis, que nos últimos dias têm escasseado no país, disse hoje à Lusa fonte do Ministério da Energia.

Ainda no decurso desta semana é possível que seja publicado um despacho conjunto dos ministros das Finanças, João Fadiá, e da Energia, Orlando Viegas, a anunciar os novos preços dos combustíveis, adiantou a fonte.

Os importadores de combustíveis têm apelado ao Governo no sentido de os preços de venda ao público serem atualizados, tendo em conta o valor da compra no mercado exterior. O grosso do combustível consumido na Guiné-Bissau provém do Senegal e de Portugal.

Desde há duas semanas que a Guiné-Bissau vive uma carência da gasolina, o que tem originado filas enormes de carros nas poucas bombas em Bissau que ainda tinham aquele produto.

Desde quarta-feira passada que praticamente o país deixou de vender a gasolina ao público.

A mesma fonte do Governo indicou à Lusa que ainda esta semana está prevista a chegada a Bissau de um navio da empresa luso-guineense Petromar, detida maioritariamente pela Galp, para abastecer o país de gasóleo e gasolina.

O gasóleo de venda ao público custa neste momento na Guiné-Bissau 665 francos CFA (um euro) por litro e a gasolina passou, nos últimos dias, de 668 francos CFA/litro para 700 francos CFA (1,062 euros) nas bombas da Petromar.

“Estes preços serão atualizados para cima”, referiu a fonte do Governo guineense.

MB // VM

Lusa/Fim 

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS