Governo aprova novo apoio de 240 euros a ser pago em dezembro

O Conselho de Ministros aprovou hoje o apoio extraordinário de 240 euros dirigido a famílias que recebem prestações mínimas ou que beneficiem da tarifa social da energia, disse a Ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

Governo aprova novo apoio de 240 euros a ser pago em dezembro

Governo aprova novo apoio de 240 euros a ser pago em dezembro

O Conselho de Ministros aprovou hoje o apoio extraordinário de 240 euros dirigido a famílias que recebem prestações mínimas ou que beneficiem da tarifa social da energia, disse a Ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

O apoio abrangerá cerca de um milhão de famílias (1.037 mil agregados) e será pago numa única vez no dia 23 de dezembro para quem tem o IBAN registado junto da Segurança Social e por vale postal nas restantes situações.

Para ler depois
Governo aprova subida do salário mínimo nacional para 760 euros em 2023
O aumento do salário mínimo nacional dos atuais 705 euros para 760 euros em 2023 foi hoje aprovado pelo Conselho de Ministros, disse a ministra do Trabalho, acentuando ser este o maior aumento do SMN em termos absolutos (… continue a ler aqui)

Este apoio “será pago a todos os agregados que já tiveram um apoio excecional para compensar a inflação”, disse a ministra do Trabalho, nomeadamente as famílias que em abril e junho receberem uma prestação extraordinária de 60 euros. O objetivo deste novo apoio, a ser pago em dezembro é apoiar “as despesas acrescidas” das “famílias mais vulneráveis” face à subida da inflação e ao seu impacto no custo de vida, disse a ministra.

Segundo as contas apresentadas pela ministra, uma família com dois filhos em que ambos os elementos do casal ganhem o SMN, terão no final deste ano um total de 760 euros de apoios extraordinários, tendo em conta os 60 euros pagos em abril e julho e os 350 euros em outubro (no âmbito da medida mais transversal ‘Famílias primeiro’) e os 240 euros que serão pagos no final deste mês. A medida hoje aprovada foi anunciada pelo primeiro-ministro, António Costa, numa uma entrevista à revista Visão, e implicará uma despesa de 249 milhões de euros.

Impala Instagram


RELACIONADOS