Estado confirma nova administração da RTP liderada por Nicolau Santos

Providência cautelar tentou travar Nicolau Santos na RTP, mas Estado confirma hoje a liderança do jornalista na nova administração do canal, que é composta por Hugo Figueiredo e Ana dos Santos Dias.

Estado confirma nova administração da RTP liderada por Nicolau Santos

Estado confirma nova administração da RTP liderada por Nicolau Santos

Providência cautelar tentou travar Nicolau Santos na RTP, mas Estado confirma hoje a liderança do jornalista na nova administração do canal, que é composta por Hugo Figueiredo e Ana dos Santos Dias.

O Estado nomeou hoje, 2 de junho, a nova administração da RTP liderada por Nicolau Santos e que é composta por Hugo Figueiredo e Ana dos Santos Dias. Uma providência cautelar tinha sido interposta, em abril, por Manuel Coelho da Silva, ex-presidente do Conselho de Opinião da RTP e um dos candidatos preteridos ao cargo de presidente do novo conselho de administração da estação pública, para travar a tomada de posse de Nicolau Santos. Coelho da Silva alegava várias ilegalidades no processo de recrutamento ao Conselho Geral Independente, incluindo o facto de todo o processo ter sido de natureza confidencial, uma vez que não se sabia quem eram todos os candidatos.

No final de março, o Conselho Geral Independente (CGI) tinha anunciado que Nicolau Santos e o administrador da RTP Hugo Figueiredo eram os nomes escolhidos para integrar o novo Conselho de Administração da RTP. Em 27 de abril, o CGI indigitou a nova administração da RTP, que conta com Ana dos Santos Dias, que transita da equipa anterior, com o pelouro financeiro. Entretanto, no final do abril, o Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa aceitou a providência cautelar sobre a escolha da nova administração da RTP, colocada por Manuel Coelho da Silva, que tinha apresentado candidatura à presidência da RTP e que, entretanto, voltou a ser reeleito presidente do Conselho de Opinião da estação pública.

LEIA AINDA:
Lucro da RTP mais do que triplica em 2020 para 3,08 milhões de euros

RTP acusada de trabalhar com «dezenas e dezenas» de falsos recibos verdes
Grupo de trabalhadores precários da RTP alerta que continuam a trabalhar “dezenas e dezenas de falsos recibos verdes” no canal público, mesmo depois do final do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS