Electricidade de Moçambique precisa de 106 ME para recuperar infraestruturas depois do ciclone

Electricidade de Moçambique precisa de 106 ME para recuperar infraestruturas depois do ciclone

A empresa estatal Electricidade de Moçambique precisa de 120 milhões de dólares (106 milhões de euros) para a recuperação das infraestruturas destruídas pelo ciclone Idai no centro do país, anunciou hoje a companhia.

O administrador para a Área Operacional da EDM, Carlos Gimo, disse à emissora pública Rádio Moçambique que a maior parte do investimento será canalizada para a reabilitação da linha de fornecimento de energia que parte da barragem de Mavúzi, na província de Manica, até à subestação da Munhava, na cidade da Beira.

O ciclone Idai deixou mais de 95% dos clientes da EDM nas províncias de Sofala, Manica, Tete e Zambézia sem energia elétrica.

Carlos Gimo adiantou que a empresa está a preparar uma conferência de investidores para mobilizar o dinheiro necessário para a reabilitação das infraestruturas destruídas.

O ciclone Idai atingiu a região centro de Moçambique, o Maláui e o Zimbabué em 14 de março.

Em Moçambique, o ciclone fez 602 mortos e 1.641 feridos e afetou mais de 1,5 milhões de pessoas, segundo o mais recente balanço.

O Ministério da Saúde de Moçambique anunciou na terça-feira a sétima morte causada pelo surto de cólera que irrompeu a seguir à passagem do ciclone Idai pelo centro do país.

PMA // VM

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Electricidade de Moçambique precisa de 106 ME para recuperar infraestruturas depois do ciclone

A empresa estatal Electricidade de Moçambique precisa de 120 milhões de dólares (106 milhões de euros) para a recuperação das infraestruturas destruídas pelo ciclone Idai no centro do país, anunciou hoje a companhia.