EDP arremata primeiro lote em leilão de distribuição de energia no Brasil

A EDP Energias arrematou o primeiro lote de um leilão de distribuição de energia realizado hoje no Brasil, com uma oferta de 38,6 milhões de reais (6,5 milhões de euros).

EDP arremata primeiro lote em leilão de distribuição de energia no Brasil

EDP arremata primeiro lote em leilão de distribuição de energia no Brasil

A EDP Energias arrematou o primeiro lote de um leilão de distribuição de energia realizado hoje no Brasil, com uma oferta de 38,6 milhões de reais (6,5 milhões de euros).

Segundo informações divulgadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), órgão regulador do setor no Brasil, a EDP Brasil adquiriu o lote 1 do certame por oferecer a menor Receita Anual Permitida (RAP) face ao teto estabelecido pelo Governo brasileiro no edital do leilão de 60,9 milhões reais (10,2 milhões de euros).

A RAP é a receita a que o investidor terá direito pela prestação do a partir da entrada em operação comercial das instalações das linhas de distribuição de eletricidade.

O lote 1 do Leilão de Transmissão nº 1/2021 realizado hoje no Brasil é composto por linhas de distribuição com extensão de 395 quilómetros localizadas nos estados brasileiros do Acre e de Rondónia, e a Subestação Tucumã, com 300 megavolt-ampere (MVA), localizados na região norte do país.

Em comunicado, a ANEEL disse que estes “empreendimentos visam a oferecer uma solução estrutural para o sistema de transmissão que permita, no longo prazo, o pleno atendimento à carga de Rio Branco e das demais localidades no estado do Acre que venham a ser integradas ao Sistema Interligado Nacional (SIN)”.

O prazo de conclusão das obras do lote 1 é de 60 meses.

O presidente da EDP no Brasil, João Marques da Cruz, destacou num breve comentário sobre o leilão que o segmento de redes de distribuição de energia é uma das prioridades para o crescimento da companhia no país sul-americano nos próximos anos.

“Ganhámos o Lote 1, que serve os estados do Acre e Rondónia, num investimento que é superior a 400 milhões de reais [67 milhões de euros]”, frisou o executivo.

“A aquisição do Lote 1 […] demonstra a execução do Plano Estratégico 2021-2025, o qual prevê o investimento de 10 mil milhões de reais [1,7 mil milhões de euros] nos principais segmentos de atuação da EDP no Brasil”, acrescentou.

Segundo o executivo, a empresa demonstrou com sua participação no leilão que pretende “agregar sua experiência em gestão de grandes projetos de infraestrutura e na antecipação da entrega de obras, contribuindo assim com fortalecimento do sistema elétrico brasileiro.”

Além da concessão arrematada pela EDP, a agência reguladora leiloou outros quatro lotes de distribuição de energia.

A empresa MEZ Energia e Participações apresentou a melhor oferta para os lotes 3 e 5 e a Energisa Transmissão arrematou o lote 4 do certame.

Os empreendimentos que compõem o lote 2 foram arrematados pela Shanghai Shemar Power Holdings.

CYR // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS