Economia portuguesa continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos – João Leão

Os dados sobre o crescimento do PIB no terceiro trimestre “reforçam a confiança de que Portugal continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos”, disse o ministro das Finanças

Economia portuguesa continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos - João Leão

Economia portuguesa continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos – João Leão

Os dados sobre o crescimento do PIB no terceiro trimestre “reforçam a confiança de que Portugal continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos”, disse o ministro das Finanças

Lisboa, 29 out 2021 (Lusa) – O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, considerou hoje que os dados sobre o crescimento do PIB no terceiro trimestre “reforçam a confiança de que Portugal continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos”.

Em comunicado, o gabinete de João Leão começa por realçar que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 4,2% no terceiro trimestre face ao período homólogo e de 2,9% em cadeia, divulgado hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) é “bem acima da média da zona euro (3,7% em termos homólogos e 2,2% em cadeia)”.

Face ao trimestre anterior, “Portugal apresenta, à data de hoje, o terceiro maior crescimento entre os países da zona euro”, sendo impulsionado pela procura externa líquida que apresentou uma forte recuperação no terceiro trimestre, acrescenta o gabinete.

Para o ministro das Finanças, citado no comunicado, “os dados hoje conhecidos reforçam a confiança de que Portugal continuará a crescer acima da média europeia nos próximos anos, permitindo que o nível de bem-estar dos portugueses convirja com a dos restantes países europeus”.

O gabinete indica que os dados divulgados hoje na estimativa rápida do INE “estão em linha com a previsão de um crescimento de 4,8% em 2021 apresentada na proposta de Orçamento de Estado para 2022”.

“O nível alcançado de vacinação, assim como os indicadores avançados, tais como compras e levantamento multibanco efetuadas por estrangeiros, apontam para a continuação de uma forte recuperação até ao final do ano”, sublinha o ministério.

No documento, as Finanças destacam ainda que “este é o segundo trimestre consecutivo que a economia portuguesa cresce acima da média europeia, retomando a convergência com a zona euro que se verificava até à pandemia”.

“Entre 2016 e 2019, Portugal apresentou um crescimento acumulado de 11,3%, consideravelmente acima da média da zona euro (7,9%)”, realça o gabinete de João Leão, acrescentando que os dados hoje divulgados “confirmam as estimativas das principais instituições que projetam a retoma da trajetória de convergência da economia portuguesa com a média europeia nos próximos anos”.

Estes dados revelam também que, segundo o Ministério das Finanças, face ao primeiro trimestre do ano, “Portugal apresenta o maior crescimento acumulado, superior a 7%, e cerca de 3 pontos acima da média da zona euro”.

De acordo com a estimativa rápida hoje divulgada pelo INE, o PIB cresceu 4,2% no terceiro trimestre, em termos homólogos, e aumentou 2,9% face ao trimestre anterior.

No trimestre anterior, o PIB tinha crescido 16,1% em termos homólogos devido, em grande medida, ao “forte impacto da pandemia no 2.º trimestre de 2020”, destacou o INE.

Na proposta de Orçamento do EStado para 2022 (OE2022), O Governo prevê que o PIB cresça 4,8% em 2021 e 5,5% em 2022.

DF // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS