Descarrilamento obriga a interromper ligação do Caminho de Ferro de Moçamedes

O descarrilamento de um vagão nos arredores do Lubango, província angolana da Huíla, obrigou a interromper a circulação ferroviária dos Caminhos de Ferro de Moçâmedes (CFM), anunciou a empresa em comunicado.

Descarrilamento obriga a interromper ligação do Caminho de Ferro de Moçamedes

Descarrilamento obriga a interromper ligação do Caminho de Ferro de Moçamedes

O descarrilamento de um vagão nos arredores do Lubango, província angolana da Huíla, obrigou a interromper a circulação ferroviária dos Caminhos de Ferro de Moçâmedes (CFM), anunciou a empresa em comunicado.

O descarrilamento de um vagão nos arredores do Lubango, província angolana da Huíla, obrigou a interromper a circulação ferroviária dos Caminhos de Ferro de Moçâmedes (CFM), anunciou a empresa em comunicado.

O incidente deu-se próximo da estação de 3.ª classe da Mapunda e foi provocado pelo descarrilamento de um dos 17 vagões de uma composição que transportava o minério de ferro para o porto de Sacomar (Namibe), sem causar vítimas.

Devido ao acidente, ficaram danificados cerca de 75 metros de linha e respetivas travessas, tendo sido já iniciados os trabalhos de reparação que se estima estarem concluídos no próximo domingo.

O comunicado adianta que está a ser feita uma avaliação técnica para apurar as causas do descarrilamento, tendo sido ativado um comboio-socorro para remover os restantes vagões com carga, agora acondicionada na estação central do CFM.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS