Custo horário da mão-de-obra sobe 3,2% na zona euro e 3,7% na UE no 1.º trimestre

Os custos horários da mão-de-obra aumentaram 3,2% na zona euro e 3,7% na União Europeia no primeiro trimestre do ano, em comparação com período homólogo, divulga o Eurostat.

Custo horário da mão-de-obra sobe 3,2% na zona euro e 3,7% na UE no 1.º trimestre

Custo horário da mão-de-obra sobe 3,2% na zona euro e 3,7% na UE no 1.º trimestre

Os custos horários da mão-de-obra aumentaram 3,2% na zona euro e 3,7% na União Europeia no primeiro trimestre do ano, em comparação com período homólogo, divulga o Eurostat.

De acordo com os dados do serviço de estatísticas comunitário, considerado os dois componentes do indicador — salários e vencimentos e custos não salariais — o primeiro avançou 2,7% na zoa euro e 3,3% na UE e o segundo, respetivamente, 4,8% e 3,3%.

A Hungria (20,1%), a Bulgária e a Letónia (12,8%) e a Lituânia (12,6%) foram os países onde os custos horários da mão-de-obra mais aumentaram entre janeiro e março, fase ao primeiro trimestre de 2021.

Os únicos recuos foram registados na Grécia (-4,7%) e na Dinamarca (-0,7%).

Em Portugal, o indicador avançou 0,9% na variação homóloga.

IG // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS