Crise/Energia: Preços dos combustíveis aumentam 60% num ano em Cabo Verde

O preço do litro de gasóleo aumenta na segunda-feira quase 9% em Cabo Verde, conforme novos valores máximos dos combustíveis definidos pela agência reguladora do setor, que acumulam uma subida global de 60% num ano.

Crise/Energia: Preços dos combustíveis aumentam 60% num ano em Cabo Verde

Crise/Energia: Preços dos combustíveis aumentam 60% num ano em Cabo Verde

O preço do litro de gasóleo aumenta na segunda-feira quase 9% em Cabo Verde, conforme novos valores máximos dos combustíveis definidos pela agência reguladora do setor, que acumulam uma subida global de 60% num ano.

Esta tabela é revista mensalmente pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME) e, de acordo com a agência reguladora, citando dados publicados no Platts European Marketscan e LPGasWire, os preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais “tiveram aumentos expressivos e generalizados durante o mês de outubro (15,54%)”, relativamente ao mês de setembro, o que se traduz a partir de hoje num “aumento médio dos preços dos combustíveis de 9,93%” em Cabo Verde.

Comparativamente ao período homólogo, de novembro de 2020, então ainda fortemente marcado internacionalmente, em termos económicos, pela pandemia de covid-19, a variação média em Cabo Verde dos preços dos combustíveis “corresponde a um aumento de 60,7% e, relativamente à variação média ao longo do ano em curso, ela corresponde a um acréscimo de 22,4%”, descreve a ARME.

Desta forma, o gasóleo normal passa a ser vendido ao consumidor final a partir de 01 de novembro, em Cabo Verde, conforme nova tabela da ARME, a um preço máximo de 114,60 escudos (um euro) por litro, um aumento de 8,73% face ao preço praticado em outubro.

Já o litro de gasolina passa a ser vendido a 142,20 escudos (1,30 euro), um aumento de 4,41%, enquanto o de petróleo passou para 97,70 escudos (90 cêntimos), uma subida de 10,52%. O litro de gasóleo para eletricidade aumenta 10,20%, para 99,40 escudos (91 cêntimos) e o do gasóleo “marinha” subiu 10,39%, para 84,40 escudos (77 cêntimos).

O preço do gás butano aumentou 7,39% face a outubro, passando a variar entre 482 e 9.294 escudos (3,69 a 71 euros), respetivamente botijas de três a 55 quilogramas.

Os novos preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados são válidos até 30 de novembro, quando será feita nova revisão pela ARME.

PVJ // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS