Covid-19: TAP subscreve carta que pede validação do certificado digital antes da chegada ao aeroporto

A TAP subscreveu uma carta europeia que pede a validação do certificado digital antes de os passageiros chegarem aos aeroportos, alertando para o “risco de caos”.

Covid-19: TAP subscreve carta que pede validação do certificado digital antes da chegada ao aeroporto

Covid-19: TAP subscreve carta que pede validação do certificado digital antes da chegada ao aeroporto

A TAP subscreveu uma carta europeia que pede a validação do certificado digital antes de os passageiros chegarem aos aeroportos, alertando para o “risco de caos”.

Redação, 01 jul 2021 (Lusa) — A TAP subscreveu, enquanto membro da Airlines for Europe e da IATA, uma carta europeia que pede a validação do certificado digital antes de os passageiros chegarem aos aeroportos, alertando para o “risco de caos”.

Fonte oficial da TAP confirmou à Lusa que a companhia aérea tinha subscrito a missiva, tendo em conta que pertence às duas associações.

As companhias aéreas e aeroportos europeus anunciaram hoje que tinham enviado a missiva aos chefes de Estado europeus e à União Europeia, apelando para que o certificado digital, que entrou hoje em vigor e que permitirá viagens para quem esteja totalmente vacinado, tenha recuperado da infeção por covid-19 ou apresente um teste negativo, seja verificado atempadamente. 

Na carta, citada pela agência Efe, os signatários alertam para o “risco de caos” que poderá existir com o aumento das viagens nas próximas semanas. A carta é subscrita pela associação Airlines for Europe, pela ACI Europe, pela European Regions Airline Association (ERAA) e pela IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo, em inglês).

Na carta, as associações pedem que a verificação do certificado se realize “antes da saída do voo” e antes que os passageiros “cheguem ao aeroporto”, e apelam a igual tratamento de outros documentos que estão a ser pedidos por certos países.

“Consideramos que são requisitos essenciais para poder viajar” e evitar longas filas, referiram as associações, que representam mais de 500 aeroportos em 46 países, assim como as grandes companhias aéreas.

Além disso, os organismos alertam que há pelo menos 10 países da União Europeia a aplicar formas diferentes de validação do certificado, reclamando uma harmonização destas práticas e o uso de uma “única aplicação de verificação” para a comprovação dos documentos. 

As associações consideram que o certificado é uma “ferramenta essencial” para restabelecer a liberdade de movimentos na União Europeia.

  

ALYN // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS