Covid-19: Operações na rede interbancária cabo-verdiana voltam a crescer em outubro

As operações na rede interbancária cabo-verdiana aumentaram em outubro, após a quebra em setembro, atingindo quase 70 milhões de euros e voltando a recuperar dos mínimos históricos devido ao confinamento provocado pela covid-19, indicam dados oficiais.

Covid-19: Operações na rede interbancária cabo-verdiana voltam a crescer em outubro

Covid-19: Operações na rede interbancária cabo-verdiana voltam a crescer em outubro

As operações na rede interbancária cabo-verdiana aumentaram em outubro, após a quebra em setembro, atingindo quase 70 milhões de euros e voltando a recuperar dos mínimos históricos devido ao confinamento provocado pela covid-19, indicam dados oficiais.

Segundo um relatório estatístico do Banco de Cabo Verde (BCV) sobre o sistema de pagamentos do país, a rede interbancária cabo-verdiana, denominada vinti4 e que envolve nomeadamente Caixas Automáticas (CA/ATM) e Terminais de Pagamento Automático (TPA/POS), registou 2.855.883 operações em outubro, que movimentaram mais de 7.656 milhões de escudos (69,2 milhões de euros).

As operações processadas através da rede vinti4, com cartões nacionais e internacionais, tinham caído 3,7% em quantidade e 0,9% em valor de agosto para setembro. Em outubro, face ao mês anterior — que foi o primeiro com quebras desde o início da pandemia — registou-se um crescimento de 4,5%, em quantidade e em valor.

Contudo, tendo em conta o mês de outubro de 2019, essas operações continuam em quebra, 2,2% em quantidade e 13,1% em valor, refere o banco central.

“O mês de outubro de 2020 continuou a revelar melhorias na utilização dos instrumentos de pagamento, comparativamente ao início da pandemia da COVID-19 em Cabo Verde”, realça o relatório estatístico, recordando o término do estado de emergência e o levantamento progressivo, desde 01 de junho, das medidas de confinamento adotadas para controlar a pandemia.

“Confirma a evolução positiva que a utilização instrumentos de pagamento tem alcançado desde o final do período de confinamento, ainda que enfrentando todos os condicionantes do ‘novo normal'”, acrescenta o BCV, sobre o desempenho em outubro.

O relatório do banco central refere que a rede vinti4 registou em outubro 590.596 levantamentos nas Caixas Automáticas, no valor de quase 3.199 milhões de escudos (30 milhões de euros), 48.681 carregamentos móveis, no valor de 24,9 milhões de escudos (225 mil euros) e 14.233 transferências, totalizando mais de 400 milhões de escudos (3,6 milhões de euros), entre outras operações.

Os clientes da rede interbancária de Cabo Verde realizaram ainda 1.567.557 compras através de TPA ou ‘online’, no valor de quase 3.935 milhões de escudos (35,6 milhões de euros), em todo o mês de outubro.

Globalmente, foram processados no mesmo mês, através do sistema de compensação, 108.390 operações de valor superior a 15.681 milhões de escudos (141,8 milhões de euros), incluindo a rede interbancária.

Estes números correspondem a um acréscimo de 15% em quantidade e de 17,4% em valor, relativamente a outubro de 2019.

Do total de transações processadas pelo sistema de compensação, o subsistema de cheques contabilizou 21.996 documentos descontados, avaliados em mais de 4.926 milhões de escudos (44,5 milhões de euros), mas incluindo 227 devoluções no valor de 90,4 milhões de escudos (810 mil euros), enquanto o subsistema de transferências registou 86.128 operações no valor de 10.659,3 milhões de escudos (96,4 milhões de euros).

PVJ // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS