Covid-19: Cabo Verde com quebra quase total de passageiros nos aeroportos no segundo trimestre

Os aeroportos de Cabo Verde registaram uma “diminuição quase total” no movimento de passageiros no segundo semestre deste ano, face ao mesmo período de 2020, segundo o relatório de estatísticas dos transportes, divulgado hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Covid-19: Cabo Verde com quebra quase total de passageiros nos aeroportos no segundo trimestre

Covid-19: Cabo Verde com quebra quase total de passageiros nos aeroportos no segundo trimestre

Os aeroportos de Cabo Verde registaram uma “diminuição quase total” no movimento de passageiros no segundo semestre deste ano, face ao mesmo período de 2020, segundo o relatório de estatísticas dos transportes, divulgado hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Depois de alguns impactos sentidos no primeiro trimestre do ano, decorrente da suspensão de todas as ligações aéreas internacionais em 19 de março, por decisão do Governo, o segundo trimestre foi o mais impactante pelos efeitos da pandemia de covid-19 nos transportes do país.

Segundo o relatório do INE cabo-verdiano, de abril a junho registou-se uma diminuição homóloga de 87,8% no número de aviões movimentados nos aeroportos e aeródromos nacionais (total de 942), correspondente a uma “diminuição quase total (99,2%) no número de movimento de passageiros”, que foi de apenas 4.858 em três meses.

Além da suspensão dos voos internacionais regulares, que ainda não foram retomados, o Governo cabo-verdiano suspendeu as ligações aéreas interilhas de 29 de março a 15 de julho.

Em 2019, Cabo Verde recebeu 819 mil turistas, setor que garantia até à pandemia de covid-19 cerca de 25% do Produto Interno Bruto do arquipélago.

As ligações marítimas de passageiros foram suspensas também no final de março, com o primeiro período de estado de emergência, decretado para conter a transmissão de covid-19, mas foram retomados progressivamente na segunda quinzena de maio.

O mesmo relatório do INE sobre os transportes refere que foi registada uma diminuição de 43,5% no número de navios movimentados nos portos nacionais no segundo trimestre (963) face a 2019, com a correspondente quebra de 83,2% no número de passageiros movimentados, que caiu para apenas 35.568 em três meses.

No segundo trimestre do ano registou-se ainda uma quebra de 43,3% no número de mercadorias movimentadas e de 73,1% no número de passageiros transportados por autocarros no arquipélago, que neste caso se cifrou em 1.318.369.

Globalmente, o correio movimento em Cabo Verde caiu, de abril a junho, 97,2%, face ao mesmo período de 2019, para 3.124 toneladas, ainda segundo o INE.

Cabo Verde contava até 03 de setembro com um acumulado de 4.125 casos de covid-19, com 41 mortos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 863.679 mortos e infetou mais de 26 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

PVJ // JPF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS