Consumo de eletricidade em mercado livre diminui 2,4% em setembro

O consumo de eletricidade em mercado livre (que representa 95% do total) diminuiu 2,4% em setembro, face ao mesmo mês do ano passado, e situou-se em 41.949 gigawatts-hora, divulgou hoje o regulador.

Consumo de eletricidade em mercado livre diminui 2,4% em setembro

Consumo de eletricidade em mercado livre diminui 2,4% em setembro

O consumo de eletricidade em mercado livre (que representa 95% do total) diminuiu 2,4% em setembro, face ao mesmo mês do ano passado, e situou-se em 41.949 gigawatts-hora, divulgou hoje o regulador.

De acordo com o boletim do mercado liberalizado da eletricidade, hoje divulgado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), o consumo de eletricidade naquele mercado registou uma diminuição de 69 GWh relativamente ao mês anterior para 41.949 GWh, “o que representa um decréscimo de 0,2% face ao mês anterior e de 2,4% face ao homólogo”.

Segundo o regulador, o consumo em mercado livre representava em setembro cerca de 95% do consumo total registado em Portugal continental e 84% do número total de clientes.

O mercado livre registou, no mês em análise, um crescimento de 2,1% face a setembro de 2019, para um total acumulado superior a 5,3 milhões de clientes e um crescimento líquido de cerca de 3,5 mil clientes, comparativamente a agosto de 2020.

Atualmente, menos de um milhão de clientes – de um universo de 6,3 milhões – permanecem no mercado regulado, a ser abastecidos pelo comercializador de último recurso.

Também já quase todos os grandes consumidores estão no mercado livre, acrescenta o regulador da energia, “enquanto a percentagem de domésticos representava em setembro cerca de 88% do consumo total do segmento, face aos cerca de 87% registados no mês homólogo”.

Em termos de quota de mercado, a EDP Comercial continua a ser o principal operador no mercado livre, tanto em número de clientes (76%), como em consumo (41%).

No entanto, quando comparado com o mês anterior, a sua quota diminuiu 0,3 pontos percentuais em número de clientes e 0,2 pontos em consumo.

Por sua vez, a Iberdrola manteve a liderança no segmento de clientes industriais (23%), diminuindo a sua quota de mercado em 0,1 pontos face a agosto.

O segmento dos grandes consumidores continua a ser liderado pela Endesa (25%), apesar da sua quota ter caído em 0,1 pontos, face a agosto.

MPE // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS